quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Foto da Ponte no ano que não terminou


1968 - fazia quatro anos que os militares brasileiros tomaram o poder. Fazia três anos que a Ponte Internacional da Amizade havia sido inaugurada. A juventufde sonhadora e aventureira dos anos 60, partiam para a estrada para conhcer e descobrir o mundo. Entre eles, os dois que aparecem na foto. O que está sentado no chão, apoiado em sua mochila, se chama Ricardo Kruschew. Mora em Buenos Aires. É empresário e um gande colega meu. Ricardo fsbrica caiaques e lidera expedições a diversas regiões entre elas à Terra do Fogo, Antártida, Delta do Rio da Prata e até ao nosso rio Paraná na região do Parque Nacional de Ilha Grande.

Como você vê, a ponte está vazia. Alguém imaginou que a Ponte Internacional da Amizade chegaria a ser tão moviemntada como é hoje? Não pedi autorização ao Roicardo para colocar a foto dele no ar. Se ele achar ruim, retirarei. Mas creio que ele não vai protestar. Algumas observações: clicando na foto ela aumenta e dá para ver melhor; o ano que não terminou é uma alusão ao título do livro de Zuenir Ventura; o Ricardo não mudou muito, só mudou o cabelo. Hoje ele usa um corte zero.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região