segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Hotéis de Foz do Iguaçu




Foz do Iguaçu é uma terra de hotéis. Há hotéis de todos os tipos. E há hotéis em praticamente todas as regiões da cidade. Podemos dividir os hotéis por região. Hotéis do centro, hotéis localizados ao longo das Cataratas. Mas há hotéis próximo à Ponte Internacional da Amizade nos bairros da Vila Portes e ao longo da Avenida Tancredo Neves que leva à Itaipu Binacional.

Há hotéis no trecho municipal da BR 277 e há hotéis surpresa em bairros. Cito aqui exemplos de hotéis como o "Hotel Argentino" no bairro Parque Morumbi I. É interessante lembrar que há Morumbi I, II, III e IV. As fotos mostram o hotel mais novo da cidade. Ainda não foi inaugurado. As obras continuam. Os trabalhadores estão plantando grama, colocando janelas, polindo coisas e dando forma ao futuro hotel que será associado à rede Bristol. O hotel parece que vai ser um cinco estrelas e está localizado em frente ao Hotel Bourbon que aparece na foto. Quer dizer a foto de uma parte do Bourbon, a ala antiga que, para mim é muito charmosa. Aparece nas fotos também o Hotel Gran Via, simples, econômico - uma espécie de "patinho feio" (patito feo) do segmento na Avenida.

domingo, 17 de agosto de 2008

Como dizer Cataratas do Iguaçu em 33 idiomas?

Não faz muito tempo houve um movimento em Foz do Iguaçu para mudar o nome da cidade. Foz do Iguaçu passaria a chamar-se Foz do Iguassu. As justificativas foram muitas. A primeira é que facilitaria a pronúncia para o estrangeiro. Que estrangeiro? A segunda desculpa era que estaríamos resgatando a história da cidade que no início e na época se escrevia com dois "ss".

Para contribuir com essa discussão e dar uma idéia da maravilhosa diversidade lingüística compartilho, abaixo, exemplos de como se escreve ou se grafa "Cataratas do Iguaçu" em vários idiomas que utilizam alfabetos, abujads, silabários, ideogramas e outros signos diferentes. É mais para matar o tempo - ou para o tempo me matar e para usar e abusar da acessibilidade trazida pela internet. Estou feliz de viver nesta época. Quero agradecer a muitas pessoas que disponibilizaram material na internet. Agradeço também a pessoas que visitam Foz do Iguaçu e me ajudaram na pronúncia da palavra. No caso do árabe agradeço aos doutores Ali M. Al-Binali da Arábia Saudita e Abdel Elrahman do Qatar. Agradeço também ao doutor Zvi Wiezman pela pronúncia do hebraico. Acrescento que linguas como o inglês, alemão, sueco, norueguês, holandês, italiano etc todas as formas de grafia do Iguaçu são usadas dependendo do interesse e ligação do autor. Uns escrevem no estilo argentino (Iguazú) outros no estilo atualmente inglês (iguassu) e outros usam a maneira portuguesa (Iguaçu). Muitos jornais de lingua inglesa grafam Iguaçu Falls (BBC, por exemplo) quando se refere ao lado brasileiro das Cataratas.

Confira a lista

1.Cataratas do Iguaçu (português)
2.Cataratas del Iguazú (español)
3.Cataratas do Iguazú (Galego)
4.伊瓜苏瀑布 (chinês - Iguasu Pú Bú)
5.Cascades de l'Iguaçú (Catalão)
6.이과수 폭포 (coreano - Iguasu Po-Po)
7.イグアスの滝 (japonês - Iguasu no taki)
8.Iguassu Falls (inglês)
9.Chororo Yguazu (guarani)*
اگوازو آبشار.10(persa)**
11.Chutes d'Iguaçu (Francês)
12.(Árabe - Shallalat Iguasu)** شلالات ايغواسو
13.Водопады Игуасу (Russo - Vadopadi Iguasu)
14.Thác Iguazu (Vietnamês)
اگوازو آبشار.15(Urdu - Paquistão)**
16.Водоспад Іґуасу (Vadaspad Iguasu - ucraniano)
17.น้ำตกอีกวาซู (tailandês)
18.இகுவாசு அருவி (Tâmil)
19.Iguassufallen (Sueco)
20.Iguassun putoukset (finlandês)
21.Slapovi Iguazú (Esloveno)
22.Wodospad Iguaçu (polonês)
23.Iguaçu-fossene (Norueguês)
24.Igvasu krioklys (Lituano)
מפלי איגואסו.25 (Hebraico - Mapalim Iguasu)**
26.Cascate dell'Iguazú (Italiano)
27.Air terjun Iguazu (Bahasa indonésio)
28.Iguaçuwatervallen (Holandês)
29.Iguassu-Wasserfälle (Alemão)
30.Iguazu ur-jauziak (Vasco - Euskara)
31.Akvofalo Igŭacuo (Esperanto)
32.Rhaeadrau Iguazú (Cymraeg - Galês)
33.Iguazú-vízesés (Húngaro)

Notas

* Chororó (Chololó) em guarani é conhecida dos brasileiros. Lembra da música de ninar que diz: "eu fui ao 'itororó' bebê água e não achei...? Bem "tororó" ou itororó é uma derivação do guarani. Não me atrevo a dizer se é uma corruptela ou não. Quem sou eu? De qualquer maneira, Itororó e Chororó significam Cachoeira". Mas aviso que Cataratas do Iguaçu é um assunto muito complicado. Essa tendência de separar o rio, as águas, os saltos é européia. Não é guarani. Assim, Iguaçu, Yguazu ou seja lá como for não é tão simplemente trauzido como Agua Grande. Um lago, um rio, muita água na frente tudo é Iguaçu. É possível que o guarani não pense em "Chororó Yguaçu" ou que o faça somente quando estiver traduzindo de nossa maneira de ver para a dele. Além disso, outras palavras para Chororó são Ytu-Saingó, Ytu etc.

Mais uma notinha: o português é muito rico em palavras para Cataratas, cachoeiras, saltos, quedas, Caichão e muitas outras entre elas CATADUPAS, que se encontra no hino de Foz do Iguaçu: Catadupas, surgi da Neblina! Tem mais!!!!

** O árabe, o urdu, pushto, persa (farsi) e o hebraico se escrevem na direção contrária, i.e. da direita para a esquerda.

Foz do Iguaçu e a Terra das Coisas das Águas




Volte a este espaço. Logo acrescentarei mais fotos de coisas das águas.

Em 1998 escrevi meu primeiro livro. O primeiro de dois. Se chamava Na Terra das Muitas Águas. O título se originou pela observação de que a região de Foz do Iguaçu é muito rica em águas. Temos águas nas Cataratas do Iguaçu, nos rios Paranaá e Iguaçu, no Lago de Itaipu mas também inúmeros pequenos rios, riachos, olhos d´água, nascentes e muitas cachoeiras. Na Terra que tem as Cataratas do Iguaçu onde falamos de tantos saltos - dizem que são 175 - e de alturas na faixa dos 80 metros, Foz do Iguaçu tem centenas de cachoeiras de meio metro, um metro, no fundo dos terrenos, em chácaras. Infelizmente, nossas águas não estão sadias. Estamos matando ou já matamos nossas águas, nossas muitas águas. Os rios do tipo Mboicy e Monjolo estão em estado deplorável de conservação. Não sei se isso é bom ou ruim para o nosso currículo coletivo. Daí, o nome do livro dedicado às muitas águas.

Eu havia escutado o termo ligado à Guiana, quer dizer a República Cooperativa da Guiana. Guiana significa "Terra das Muitas Águas". Na verdade, Guiana não se refere somente à Guiana, país. O Brasil também tem Guiana - o Planalto  Guiana é uma espécie de realidade com uma topografia específica. É um modo de ver a vida.

A Bíblia faz uma menção ao barulho de "Muitas Águas". É no Apocalipse onde o barulho das muitas águas é o que o se usou para representar o som da voz de Deus. Mas não foi daí que saiu a minha idéia. Foi mais da "Guiana" e da nossa riqueza de água o que inclui também as águas abundantes em nosso lençol freático (hoje poluído) e na parte do aqüífero que passa por baixo de nossa terra.

Contudo o que eu gostaria de dizer aqui é que depois do lançamento do livro - que hoje é raro - vi aparecer empresas que incluíram a palavra "água" (no plural) em seus nomes de fantasia. São nomes como "Cidade das Águas", "Mundo das Águas", "Brasil das Águas". Há até um edifício com o nome de "Muitas Águas". Mas e daí? Eu estou dizendo que esses nomes saíram depois de mim? Eu sou o bom? Não! Longe disso, Só quero dizer que um começa, daí a coisa vai infectando, no bom sentido e de repente, todos estão fazendo alguma coisa. Existe ate uma teoria que explica isso. Se chama a teoria ou mito do centésimo macaco. Será que antes a gente não se lembrava de nossas águas? De qualquer modo quero felicitar aos donos das empresas que entraram assim na "Família das Muitas Águas"

Foz tem Flamengo!




Entre a primeira postagem aqui e a segunda mais de um ano passou. A primeira foto, eu mesmo tirei. Foi no dia em que passei pela porta do Estádio Pedro Basso. Muito depois, encontrei com Irineu Basso, membro da família que se confunde com tudo o que tiver a ver com o Flamengo Esporte Clube de Foz do Iguaçu incluindo o Estádio. Logo acrescentari mais aqui. Enquanto isso visite o site do Flamengo de Foz para ver muito mais fotos

Lá vai nossa mata, pouco a pouco




A Avenida das Cataratas está mudando e muito rápido. A avenida era o melhor exemplo do Corredor Turístico de Foz do Iguaçu. Era área nobre para o turismo e emprendimentos ligados ao turismo. E até agora tinha escapado da voracidade do desmatamento, do corte de árvores. Agora, a área é disputada também pelos condominios fechados - ou comunidades localizadas atrás de portões de segurança máxima. São dois condomínios. Faltou zoneamento e planejamento. É triste. A foto mostra dois momentos da devastação da mata semidecidua subtropical e blá-blá-blá de Foz do Iguaçu.

Esses dias, um colega me falou sobre um projeto e disse: creio que isso é bom para Foz do Iguaçu porque a cidade tem "vocação ambiental" e "vocação turística". Eu não consigo entender que conceitos são esses. Que é vocação ambiental?

O que eu vejo é o que está nas fotos. Um carro passa pela avenida. Se vê na vegetação que fica cada vez mais rala, um edifício do condomínio, meio camuflado lá atrás. A outra foto mostra, desta vez no lado oposto, mais uma limpeza de terra, uma erradicação de árvores. Isso não me parece vocação de nada. Logo, as crianças que nascerem em Foz não saberão o que é vegetação nativa e precisarão ler nos livros.

Eilane e Ana Paula



Eilane Tenerello (foto I) e Ana Paula Mendes (foto abaixo) da Secretaria de Turismo de Foz do Iguaçu se preparam para mais um dia na caça ao voto para as Cataratas do Iguaçu como uma das Sete Maravilhas do Mundo.

sábado, 16 de agosto de 2008

Carros na calçada; Pedestres na rua



Há muita gente adaptando calçadas para que pedestres, cadeirantes, deficientes visuais e mães com carrinhos de bebês possam passar. Realmente há muito esforço. É elogiável. Porém, há muita gente que necessita se ligar um pouquinho mais. Refiro-me especialmente a motoristas de ambos os sexos que esquecem de que antes de haver carros havia gente e que gente precisa de espaço para caminhar sem o perigo de atropelamento. Ainda não há leis que proibe a existência de pedestres. Por toda a cidade se vê exemplos de carros estacionados em calçadas e onde os pedestres devem entrar na rua e arriscar serem colhidos pelo pára-choque de algum carro.

Você sabe que todo mundo tem razão. O motorista dos carros devem citar problemas como falta de espaços para estacionar, como estacionamentos, ruas mais largas, algo mais planejado. O Blog de Foz, continuará fotografando carros estacionados em calçadas. O propósito não é denunciar e muito menos adquirir brigas. É simplesmente mostrar que isso acontece e que não deveria acontecer. Creio que está bem, isso, não está?

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Vendo Caraguatá fresquinho!




Uma das coisas realmente típicas das Três Fronteiras são as vendedoras paraguaias de frutas, verduras, grãos e raízes. As vendedoras paraguaias podem ser vistas não somente em cidades como Ciudad del Este mas também em Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú. Além de frutas e verduras e raízes para serem usadas em remédios caseiros, as vendedoras também trazem coquitos, palitos (as duas da família das bolachas e pães). No caso de Foz do Iguaçu, elas ocupam algumas esquinas do centro ou vão para os bairros.

Já vi críticas a elas em meios de imprensa paraguaios especialmente das cidades de fronteira. Os jornalistas e locutores acham que elas, de alguma, forma envergonham ao Paraguai ao se humilharem e se exporem em ruas das cidades vizinhas. Eu penso exatamente o contrário. Eu acho que as vendedoras estão trabalhando e o fazem com coisas da terra. Um exemplo é a fruta que aparece nas duas fotos. Se chama "caraguatá". No Brasil também é conhecida por caraguatá-açu, caraguatá-piteira, caruatá-açu, coroatá, craguatá, curauá, curuatá-açu, gravatá, gravatá-açu, gravatá-da-praia, gravatá-de-gancho e gravatá-do-mato.

Agradeço a vendedora que me permitiu fotografar a fruta que estava sendo vendida. Ela me disse que gente de Foz do Iguaçu encomenda a fruta e que entre seus muitos usos está a transformação dela em xarope. Enauanto não volto para completar esta postagem sobre esta que é minha fruta emocionalmente predileta, coloco duas receitas de xarope de caraguatá. Logo volto com a receita que a paraguaia em questão me prometeu. O caraguatá é uma bromeliácea o que significa que é parente do abacaxi e ananás.

As receitas:


Receita 1

Xarope de Caraguatá e Guaco
PREPARO: 1 kg de açúcar, 1 litro de água, 10 frutos de caraguatá (planta de cerrado) e 5 folhas de guaco. Misture a água e o açúcar até ferver. Coloque o caraguatá e as folhas de guaco e deixe ferver por aproximadamente 1 minuto. Deixe esfriar e guarde num frasco de vidro em local fresco.
REFERÊNCIAS: Receita Caseira

Receita 2

Xarope de Caraguatá

É Famoso o xarope de Caraguatá para Gripes, prepara-se da seguinte maneira- Ferve-se 8 a 10 frutos cortados e bem amassados em 250 ml na água por 5 minutos, depois coar e adicionar 2 ou 3 colheres de mel de Abelha, retornando ao fogo até apurar num xarope. Tomar 1 colher de sopa, duas vezes ao dia. Também é utilizado no Tratamento de cálculos renais, asma, bronquite, ancilostominiose, icterícia, hidropopisia, aftas e férias. O fruto é rico em Vitamina C. Fonte
Ver reportagem do Jornal da Integração do Oeste do Paraná

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Personalidade mais conhecida de Foz




Jacob Rodrigues Amaral, evangélico, membro da Asssembléia de Deus, é a figura mais conhecida de Foz do Iguaçu. Mais conhecida que o prefeito, que o diretor-geral da Itaipu Binacional, que o diretor do Ibama-Instituto Chico Mendes, que o bisbo, que todos os chefes de tudo quanto é organização. Pelo menos, Jacob não tem medo de aparecer e dar a sua mensagem em qualquer lugar e para quem quer que esteja presente.
Há até uma comunidade no Orkut chamada "Eu conheço o homem da faixa" com 2.406 membros.

Na foto, Jacob Rodrigues Amaral, exibe com orgulho uma de sua faixas. "Sorria, Jesus te ama" - diz ele enquanto se prepara para click e acrescenta, a faixa está em árabe. Eu já vi o Amaral com faixas em inglês, espanhol além do português. Ele faz esse trabalho há anos. Recentemente, ele incporporou um a bicileta equiopada com luz lanterna traseira, farol dianteiro para salvar-se do trânsito da cidade, e, acima de tudo, uma caixa de som com microfone.

Com esse material, Jacob enfreta o mundo e prega - muitas vezes para uma platéia invisível. Outras vezes, a platéia é mais sonsa do que invisível - especialmenete quando ele está pregando no Terminal de Transportes Urbanos (TTU), em frente ao ponto de ônibus na Avenida JK - um dos mais movimentados. Ele também pode abrir a voz e usar a oratória - e ele tem! - em qualquer lugar entre o centro de Foz do Iguaçu e Praça da Bíblia no Jardim São Paulo.

Logo volto com mais sobre o Jacob Amaral!
Atualização: mais uma foto: Jacob com sua faixa em inglês que diz "Prepare-se, Cristo vem em breve!

Um recanto iguaçuense





As imagens acima são do fundo ou do pátio dos fundos da Igreja Matriz ou Catedral São João Batista de Foz do Iguaçu. Há um capelinha onde os católicos e qualquer outra pessoas pode entrar e fazer uma prece, rezar, ficar quieto, calar a boca e só deixar rolar. A capelinha inspira paz, muita paz. Até a sua localização é discreta.

Outra foto mostra a Igreja Matriz vista do pátio. A bandeira que aperece na foto não é parte do terreno da igreja. Pelo contrário está no canteiro central da Avenida Brasil e é parte de uma "revitalização" da Avenida principal da cidade.

Se tudo deu certo, a foto que aparece primeiro é uma escultura - que realça o ambiente. Para a muita gente durante os dias da semana, o espaço é também um estacionamento onde as pessoas podem guardar seus carros em segurança e sair correndo atrás da vida. Se você é um turista ou futuro turista e estiver vindo a Foz do Iguaçu, recomendo-lhe este espaço. É uma espécie de lugar compartilhado. Nem todo mundo de Foz entra aí. Seja bem-vindo.

Foz acessível?




O projeto de calçadas que permitem a que pessoas com deficiência tenham acesso a lojas, edifícios, órgãos públicos já estão sendo implantadas em Foz do Iguaçu. A foto destaca, a calçada que permite que os deficientes visuais possam caminhas. Basta seguir a guia. A calçada ainda não é universal - quer dizer não está por toda parte ainda. Por enquanto faz quem pode. Ouvi reclamações sobre a falta de semáforos sonoros.

Já volto com mais....

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região