terça-feira, 29 de maio de 2012

Declaração das Novas 7 Maravilhas / New 7 Wonders Declaration / Declaración de las Nuevas 7 Maravillas


Publico abaixo a Declaração produzida após o primeiro “Congresso Mundial das Maravilhas” que contou com a participação das Sete Maravilhas Naturais como mostram fotos abaixo tiradas durante coletiva de imprensa no Hotel Slaviero Suítes em Foz do Iguaçu. Foi o menor e mais internacional Congresso Mundial que já vi. Fica registrado.   


Declaration

The New7Wonders organization and the seven winning New7Wonders of Nature hereby declare:


On the occasion of the inaugural New7Wonders of Nature Congress in May 2012 in Iguazu, we have together agreed the following:


We will, through our endeavors and joint partnership, recognize and celebrate the historical vote that the world has cast in selecting the New7Wonders of Nature;


We will work together to conquer the shared challenges and advance the shared opportunities that result from our unique and diverse presence across the world;


We will set progressive goals and develop results in joint sustainable tourism promotion, economic and social development initiatives, educational and environmental exchanges and improvements;


The people of the world have chosen the New7Wonders of Nature and for them we will honor our motto: our natural heritage is our future”.






Declaración

La organizacion New 7 Wonders y las Nuevas 7 Maravillas de la Naturaleza, declaran:


Em ocasión del congreso inaugural de las Nuevas 7 Maravillas de la Naturaleza, en Puerto Iguazú, hemos acordado lo siguiente:

Honraremos y celebraremos, através del esfuerzo y trabajo conjunto, el voto historico que el mundo ha efectuado para seleccionar las Nuevas 7 Maravillas de la Naturaleza;


Trabajaremos juntos para alcanzar los desafios comunes que enfrentamos y aprovechar las oportunidades que resultan de nuestra única y variada presencia em el mundo;


Estableceremos m,etas progresivas y lograremos resultados em la promoción conjunta Del turismo susutentable, de iniciativas de desarollos econômico y social y en intercambios y mejoras educativas y medio ambientales.


Los habitantes del mundo han eligido las Nuevas 7 Maravillas de la Naturaleza, y por ello horaremos nuestro lema: “nuestra herencia natural es nuestro futuro”.

Ivan Vazquez (Peru) Almada (Argentina) Bu Il Kim (Coréia), Weber (Suíça) Sabine Lehman (Table Mountain/ Montanha da Mesa – África do Sul), Rebeca Labit (Filipinas), Emmy Hafild (Indonésia), Gilmar Piolla (Brasil), De la Fuente (N7W), Felipe Gonzalez (Brasil), Le Ngoc Dinh (Baía Halong, Vietnã)


Emmy Hafild (Komodo), Rebeca Labit Puerto Princesa), Bu Il Kim (Jeju Island), Ivan Vazquez (Amazonas). Bernard Weber (N7W), Gilmar Piolla (Iguaçu), Jean-Paul de la Fuente (N7W), Felipe Gonzalez(Iguaçu), Marcelo Almada (Iguazu)
Coletiva / Press Conference / Conferencia de Prensa

domingo, 27 de maio de 2012

A Placa de Bronze das Novas Sete Maravilhas vem de Munique

A viagem da Placa de bronze que comemora a vitória das grandes atrações naturais declaradas Novas Sete Maravilhas começou no número 72 da rua Schleißheimer em Munique na Alemanha onde fica a sede e ateliê da Fundição Artística (Kunstgießerei München)de Aslan (esquerda) e Hasan Göktepe. A placa que aparece sendo polida na foto é a que foi levada para Palawan onde fica o Rio Subterrâneo Puerto Princesa nas Filipinas. As que vieram para Foz do Iguaçu e Puerto Iguaçu passaram pelo mesmo processo e nasceram no mesmo estúdio. A placa:  



As Cataratas do Iguaçu 
é uma das
Novas Sete Maravilhas  
Selecionadas pela segunda campanha global de votação da história da humanidade via internet e telefonia marcando o começo do terceiro milênio e celebrando a diversidade da natureza   
A Campanha das Novas Sete Maravilhas da Natureza  2007-2011
Criando uma Memória Global
Prof Federico Mayor
Bernard Werner

Dirigível da N7W sobre a Fronteira

Contou ponto o voo do dirigível sobre Foz do Iguaçu. Na última vez o vôo foi sobre as Cataratas do Iguaçu, maravilhosas e lindas, contudo longe do povo de Foz do Iguaçu e da fronteira. Especialmente as massas, os bairros pobres, as favelas. Desta vez o navio aéreo (Airship) da N7W decolou do aeródromo, do campo da Estância Hercules no bairro de Porto Belo, área de influência do Jardim Califórnia onde fica o Tempo Budista. Assim muita gente viu a nave do Bernard Weber voando sobre a cidade. Destaco as fotos publicadas no site da Itaipu Binacional que mostram o dirigível voando sobre o Gramadão, na região da Vila A e tendo à esquerda, lá embaixo, a Catedral Nossa Senhora de Guadalupe, com seu teto ousado e que apesar de anda estar em construção já chama a atenção. Gostei também da foto do dirigível por cima da Vila Portes e Jardim Jupira tendo a ponte da Amizade sobre o Rio Paraná, abaixo. Ciudad del Este aparece em um de seus raros ângulos. Sem falar da foto três onde Ciudad del Este aparece imponente. O estilo, CDE sai ganhando com a promoção das Cataratas. (A foto 3 é a primeira)        

Cataratas do Iguaçu uma da Novas Sete Maravilhas - Festa Final!


Hoje é domingo 27 de maio de 2012. Acabou de chover em Foz do Iguaçu com direito a granizo e trovões.  A chuva já parou e o tempo está pesadamente nublado. Publico aqui as capas d’A Gazeta do Iguaçu de sábado e domingo e do Misiones on Line de Posadas. As duas capas trazem o mesmo assunto. A Consagração das Cataratas do Iguaçu como uma das Novas 7 Maravilhas Natural do Planeta. Houve festa nos dois lados: uma em Foz do Iguaçu na sexta-feira, com direito a show. Subiram ao palco, no modelo do pacto federativo, a banda Soul Funk Pop Rock de Foz. A Banda Mais Bonita da Cidade de Curitiba; e pelo nível nacional o cantor Daniel e o grupo Cidade Negra. À tarde houve voo do dirigível  da Fundação N7W. Em Puerto Iguazú o descerramento da placa aconteceu na grande final do Festival Iguazú en Concierto com a apresentação de 700 crianças e adolescentes de 20 países. Nas duas capas o destaque é para o descerramento da placa de bronze pelo suíço Bernard Weber e as autoridades locais. Em Foz estiveram o presidente da N7W, Bernard Weber, os prefeitos de Foz do Iguaçu Paulo Mac Donald Ghisi e de Puerto Iguazú Marcelo Sanchez.

terça-feira, 22 de maio de 2012

Presidente Fernando Lugo foi à posse do presidente de Taiwan

O presidente do Paraguai Fernando Lugo se encontra em uma viagem à Ásia. A primeira parada dele foi em Taipei, capital de Taiwan (República da China) para participar da posse do presidente Ma Yin-jeou (馬英九), reeleito para um segundo mandato. Lugo foi o único presidente americano presente. Além do presidente paraguaio,  outros chefes de estado presentes vieram de nações pequenas que mantêm relações integrais com Taiwan.

Foram eles: Anote Tong, presidente do Kiribati; Christopher Loeak, presidente das Ilhas Marshal; Sprent Dabwido, presidente de Naurú; Johnson Toribiong presidente de Palau, o governador-geral de Belize, Ralph Gonsalves; e o primeiro ministro de Saint Vincent and the Grenadines. Esses são sete dos 23 países que têm relações diplomáticas com Taiwan. Porém, estiveram na posse 41 delegações de países que, como o Brasil, mantêm relações comerciais e chegam a ter escritórios comerciais em Taiwan e vice-versa. Enviaram delegações de bom nível o Canadá, a União Européia, Indonésia, Japão, Coréia do Sul, Reino Unido e os Estados Unidos da América. Um das novidades é que o presidente paraguaio reafirmou a decisão do Paraguai em continuar como aliado diplomático de Taiwan o que faz garantir a ajuda econômica que recebe em importantes áreas do país. A República da China (Taiwan) tem consulado em CDE. Tenho outros textos sobre Taiwan, as Três-Fronteiras e Foz do Iguaçu. Logo posto.   Saiba mais

Eclipse Solar Maio 2012

Monte Shasta
Dia de eclipse anular do sol não vista no Brasil. O ponto de observação importante esteve sobre o mar entra e China, Japão e os Estados Unidos. O eclipse “tocou terra” e “entrou” nos Estados pela fronteira da Califórnia com Oregon.  É um evento científico que leva milhões de pessoas às ruas, campos, fazendas, desertos, montanhas para apreciá-lo. Na comunidade das pessoas que curtem a espiritualidade da Terra e do Universo o evento também é importante. Na minha maneira de ver curtir o planeta, aconteceu o seguinte: logo após entrar nas Américas pelos EUA, o eclipse foi recepcionado por muita gente no Monte Shasta, Califórnia ou nas redondezas dele e na cidadezinha de Monte Shasta. O Monte Shasta é um chacra da Terra, é um lugar sagrado de paz e poder. O eclipse prosseguiu e foi recebido também no Canyon de Chelly e mais adiante parcialmente visto por turistas, cientistas e pessoas que fazem trabalhão energético em Sedona, Arizona. Se não fosse por causa da necessidade de por, o eclipse teria continuado. Mas como sol tem que se por à noite, o eclipse acabou no Texas quase na fronteira do México. Para esse povo que mencionei e seus milhões de colegas no mundo, o dia foi importante e de fortes e maravilhosas energias – às vezes complicadas para nossos momentos. Estou escrevendo isso de Foz do Iguaçu, Paraná, América do Sul, bem longe do “caminho” do sol. Mas de qualquer maneira sentindo as energias do Chacra da Terra Cataratas do Iguaçu.       

Foto National Geographic

Semana Agitada na Tri-Fron: Iguazú en Concierto, Cataratas Maravilhas e shows


Foto do Facebook do Evento
Estamos na semana do dia 25 de maio – data especial na Argentina pois se celebra a Revolução de Maio de 1810 que deu a largada para a independência do país. Assim no dia 25 de maio, vai haver desfile em Puerto Iguazú pela manhã, o dia é feriado obrigatório. Nesse dia à noite, muita gente que está em Puerto Iguazú vai atravessar a fronteira e vir para Foz. Eles vão participar do show em um espaço iguaçuense chamado Gramadão que celebra a consagração das Cataratas do Iguaçu como uma das Sete Maravilhas do Mundo. Vai estar presente no Brasil – quer dizer Foz, o suíço Bernard Weber da Fundação Sete Novas Maravilhas e, pode ser, delegações de outras Sete Maravilhas. Mas desde hoje, 21, Puerto Iguazú esta agitada por conta do Iguazú en Concierto – um evento musical que traz corais, orquestras e solistas todos na faixa que vai dos 3 aos 16 anos dos cinco continentes. O Brasil vai ser representado pela Orquestra de Cordas do Instituto Pão de Açúcar(SP). O evento vai até o domingo, 27. Depois de amanhã, 23, um evento paralelo chamado Iguazú en Concierto Acadêmico o que significa que 150 crianças da província de Misiones, Argentina; Paraguai e Angola vão receber aulas e técnicas durante a semana. Eles vão fazer uma apresentação no domingo. Será uma experiência e tanta! Acrescento que participa no evento uma orquestra conjunta brasileiro-argentina formada por jovens de da fronteira trigêmea Barracão - Dioniso Cerqueira - Bernardo Irigoyen. No dia 26, o show continua em Puerto Iguazú com descerramento da placa que consagra as Cataratas. As placas foram fundidas em Munique, Alemanha por artesãos turco-alemães e pesa 130 quilos. Parece que o dirigível vai fazer um novo vôo sobre as Cataratas. No domingo além de apresentações no centro vai haver também um Congresso Mundial das Maravilhas. Ainda não sei bem o que vai acontecer. Destaco aqui a participação da Osquestra Kaposoka de Luanda, Angola. Não sei se é coincidência: a Orquestra Angolana está em Puerto Iguazú uma semana depois da presidenta Cristina Kirchner ter estado em Angola participando de uma Semana Argentina. Ah, ia esquecendo: no dia 25 ainda, haverá um coquetel com show no Hotel Bourbon oferecido pelo Consulado Argentino em Foz e pelo Consulado Geral da República em Ciudad del Este.

sábado, 19 de maio de 2012

Atrativos Turísticos Associados de Puerto Iguazú (ATA)

Bem-vindos à Yryapu - Trovão das Águas
Se um outro mundo é possível, é possível ter também um outro turismo em Puerto Iguazú. Pelo menos este é o lema da entidade Atrativos Turísticos Associados (ATA). Não sei se a ATA está bem. Vou investigar. No início dela, havia 14 atrativos associados. Uns pequenos, outros capitalizados. Na lista antiga havia: uma aldeia indígena, (Mbororé); Centro de Criação de Aves Ameaçadas, os feirantes do Marco (Hito) das Três Fronteiras, centro de orquídeas. Um barco catamarã, pesca, o museu Imagens da Selva, a Jungle Explorer, Iguazú Forest, a Aripuca, Parque Botânico e Jardim dos Beija-flores. A novidade aqui e agora é que coisas novas apareceram embora não saiba se estão na ATA. Há mais uma aldeia, a Yryapu com um projeto de turismo cultural muito bom. Apareceu também no quesito parques temáticos o Biocentro e o Selva Viva com duas propostas. A primeira que permite vivências em ambientes como uma “teia de aranha” gigante. Um formigueiro e outros. O segundo é o espíritos da selva. Há mais um show temático noturno para abrir. Incluirá um show de luzes e som com cenário tamanho real que ilustrará a vida em “Redução Jesuítica”.


Muita coisa mudou. O Museu Imagens da selva ganhou casa nova. É um museu que funciona sob a responsabilidade da Diocese de Puerto Iguazú. A Aldeia Mbyá Guarani de Yryapu é alvo de um projeto local que forma monitores indígenas para atender visitantes por meio de uma Escola Bilíngüe. O projeto tem a participação do Niagara College do Canadá e recebeu ajuda canadense. Registrei tentativas de repetir o sucesso em terras brasileiras aqui na Fronteira. Logo volto com mais sobre as propostas individuais dos atrativos. A maioria desses empreendimentos pequenos fica fora dos pacotes das agências de turismo até porque não são conhecidos. Outros atraem um público mais nacional. Próximos quatro temas na revisita à lista do que fazer na Tri-Fron:



Rural
Esportes
Universidades
Navegação





Umas palavras sobre a Lista do "Que fazer na Fonteira"

Avisei há poucos dias que estava reformulando ou re-avaliando a minha lista das 135 coisas a fazer na Tri-Fron – quer dizer na região das Três Fronteiras. Confesso que eu a deixei de lado, quase abandonei. Aqui vão algumas notícias de mudanças ocorridas.







O Complexo Turístico Itaipu (CTI) é uma novidade. A lista original, nos itens 25 a 27 e 48 sugeria visitas variadas a Itaipu. No estilo não deixe de visitar a Itaipu, Faça uma visita técnica, veja o show de iluminação, visite o ecomeuseu etc. Todos os passeios que tem a ver com Itaipu fazem parte e são oferecidos pelo CTI, Se você estiver fora de Foz do Iguaçu você pode pedir ao seu agente de viagem que reserve para você. Caso contrário, e se você já está em Foz do Iguaçu você pode ir direto ao Centro de Recepção de Visitantes da Itaipu e comprar as entradas. Veja o site do CTI para saber mais. O CTI controla todas as visitas. Se você quer visitar o Refúgio Biológico Bela Vista, você não pode aparecer na porta do Refúgio. Tudo é pelo CRV. Alem das visitas à Itaipu, há novos produtos: um deles é a possibilidade de dirigir os protótipos dos carros elétricos produzidos pela Itaipu em parceria com a indústria. Para quem mora na região do Lago de Itaipu e cidades da fronteira do Paraguai e Argentina a visita é gratuita. O motivo é que tudo isso entra na compensação dada aos municípios pela perda causada pela construção da Hidrelétrica.


CEAEC - Os itens 17, 18 e 19 sugeria uma visita ao Centro de Altos Estudos da Consciência (Conscienciologia). A mudança é que o CEAEC cresceu e as visitas já são mais complexas. Além dos laboratórios e cursos que sugeri o Centro de Pesquisa – como é conhecido, já deu nome a um bairro de Foz do Iguaçu, o Cognóplois, ganhou um auditório chamado “Tertuliarium” e um centro que abriga entidades centradas na conscienciologia chamado “Dscernimentum”. Portanto, o CEAEC está se organizando. Em breve qualquer visita terá que se agendada pelo “Discernimentum”.

Mundo Jesuítico – Nos itens 54 e 55 eu sugeri que você conhecesse pelo menos uma ruína jesuítica. Desde então muita coisa mudou.O Governo de Misiones criou um parque temático chamado Santa Ana na região de ruínas. É um a cruz monumental com vista para a selva missioneira. Santa Ana foi uma das antigas missões. San Ignácio vem recebendo cada vez mias visitantes. Vale a pena ver o esforço do Paraguai em sua região de Misiones em Itapua. Em uma delas foi construído um observatório astronômico no lugar onde existiu o primeiro observatório desta região das Américas.


Futuro Centro de Visitantes da Mesquita.
Postada no Facebook por Kamal Osman,
Faisal Saleh e Mônica Nasser 
Mesquita – A Mesquita Omar Ibn Al-Khattab recebe cada vez mais turistas. A comunidade islâmica está aberta. Há sinalização turpistica indicando como chegar à mesquita e recentemente foi anunciado que a mesquita vai ganhar um Centro de Recepção de Visitantes. A assessoria vem do Parque Tecnológico de Itaipu e tem a colaboração do CRV de Itaipu que, honra a quem merece, foi o primeiro CRV da cidade. Outra novidade em Foz é o City Tour lançado pela Loumar Turismo que entre outros atrativos visita a mesquita. Os próximos itens na lista são:  


quarta-feira, 16 de maio de 2012

Visitando as Cataratas do Iguaçu: lado brasileiro

Monumento a Santos Dumont. 
No plano de fundo visão da Garganta do Diabo 


Salto Floriano visto do Mirante do Elevador
Espaço Naipi 
A visitação às Cataratas do Iguaçu, em si, não mudou muito. Não estou aqui falando sobre a estrutura de visitação, investimentos, melhoras ou maneiras de gestão. Falo da visita física às Cataratas. Para quem vem a região, meu conselho é: veja as Cataratas dos dois lados: lado brasileiro e lado argentino. O formato das Cataratas lembra ligeiramente um “U” invertido com uma das pernas muito mais longa que a outra. A perna menos cumprida do “U” invertido corresponde ao Brasil. A caminhada para ver as Cataratas pelo lado brasileiro é de cerca de um quilômetro. E de modo geral, nosso lado pode ser visto em menos de uma hora. Muita gente apressada faz exatamente isso. Eu considero isso uma pena. 

Em outros blogs meus aprofundo na questão das Cataratas do Iguaçu como um Lugar Sagrado no qual você pode tranquilamente permanecer em observação, meditação, contemplação por horas a fio. 

O passeio brasileiro começa logo após o local onde o visitante é deixado. Seja pelos ônibus da concessionária ou pelos ônibus de agências de turismo autorizadas a entrar no Parque Nacional do Iguaçu dentro do qual estão as Cataratas. Ao longo do caminho você vai encontrar vários mirantes. Quase no final do passeio, você encontrará um dos mirantes principais. É aquele que partindo da passarela principal, adentra as Cataratas na direção do cânion do rio Iguaçu fazendo um trajeto sobre um degrau ou plataforma ou nível das Cataratas onde caem as águas do Salto Floriano. Depois deste mirante, o próximo passo é dirigir-se à região do elevador que também é um ótimo mirante. Em postagens posteriores, falaremos sobre a logística, restaurantes, apoio, lojas, sanitários, acessibilidade entre outros assuntos.

Outras atividades nas Cataratas do Iguçau - lado Brasileiro incluem:  
Rafting
Canyonning
Escalada de rochas
Rapel com visão do Paraíso
Passeio de Barco Macuco Safari
Trilha da Bananeira
Volto ao assunto!
 Atualizando: veja esta postagem completa  e longa sobre a Visita às Cataratas do lado brasileiro

terça-feira, 15 de maio de 2012

Visitando as Cataratas do Iguaçu: Lado Argentino

Os seis circuitos das Cataratas do Iguaçu pelo lado argentino

Antes uma “estorinha”: Quando cheguei em Foz do Iguaçu em 1977, fui trabalhar na Agência de Turismo do Hotel das Cataratas (Agência Tropical de Turismo). Passei por um pequeno treinamento onde eu acompanhava os hóspedes nas passarelas em frente ao hotel. Era o passeio Cataratas Brasileiras. Logo meu chefe me disse que eu iria acompanhar os guias mais velhos e deveria “fazer” as Cataratas Argentinas para aprender. Um dia, partimos para as Cataratas Argentinas. Seria também a primeira vez que eu iria à Argentina. Saímos do hotel, percorremos a BR-469 (Rodovia das Cataratas), passamos pela Vila Yolanda (um tradicional bairro de Foz e um dos primeiros loteamentos para a classe média (+ ou -) da época), pegamos a então poeirenta Avenida Geral Meira, até a beira do rio Iguaçu onde atravessamos o rio para a Argentina. Lá, fizemos pelo menos mais 40 quilômetros ate finalmente descermos para “fazer” as Cataratas Argentinas. Daí vejo o Hotel das Cataratas logo na minha frente. Pensei: não seria melhor dizer vamos ver as Cataratas pelo lado Argentino em vez de Cataratas Argentinas? Foi meu primeiro protesto, desde então nunca repeti "Cataratas Argentinas". 

O lado Argentino das Cataratas é bem mais extenso que o brasileiro. O passeio pode ser dividido em pelo menos quatro: passeio superior, passeio inferior, Ilha San Martín e Garganta do Diabo. Você pode fazer tudo isso em um dia. Mas vai correr muito e terminará o dia cansado e vai achar, depois de bolhas nos pés, queimadura do sol ou desidratação, que tudo foi uma loucura!

Uma visão panorâmica - Passeio Superior
Passeio superior – Como o nome sugere, no passeio superior você verá as Cataratas do Iguaçu pelo lado de cima. Você estará passando sobre os saltos. Em muitos lugares você verá a água passar sob o seus pés e mais à frente jogar-se no despenhadeiro, no abismo. Em certos locais, você verá algo como se fosse uma muralha de água, em forma de cortina, arquear até o horizonte no meio de uma vegetação verde escura, frondosa, ricas em plantas, alguns tipos de árvores e palmeiras. Se ligue nas palmeiras, elas são pindós ou jerivá; pindovy em guarani e são parte da mitologia guarani sobre as Cataratas. A caminhada não é muito extensa embora seja maior que a do Brasil e mais plana. Não lhe conto mais para não estragar a surpresa.

Passeio Inferior – Como se pode observar rapidamente, o leito rochoso (basáltico) sobre o qual a água do rio Iguaçu desliza é parecido a uma escada e tem pelo menos três degraus, plataformas. O passeio superior é feito no degrau de cima; o inferior vai lhe levar ao degrau do meio e ao último degrau, lê embaixo, que será na margem do rio. As Cataratas nesta segunda plataforma lhe proporcionará um contato mais íntimo com saltos como o “Arrechea”, “Dos Hermanas”, “Bosetti” e outros assim com nomes que têm histórias da comunidade. Você não precisa prosseguir até o nível do rio, se não quiser. Prosseguir até o nível do rio é somente para quem deseja fazer uma curta travessia de barco e ir visitar a Ilha de San Martín.  

 
 Ilha de San Martín - Este não é um passeio muito comum entre os brasileiros até porque os brasileiros não sabem desse passeio e da beleza diferente que pode ser vista do topo da ilha. Ou esta visão do nível do rio e a "prainha" da ilha. Já volto com mais sobre este passeio!  
Antiga Passarela à Garganta.
Foi destruida por cheia do rio Iguaçu

Garganta do Diabo - É o mais próximo que se pode chegar do maior salto das Cataratas do Iguaçu. É necessário pegar o Trem da Selva para se chegar até a Estação Garganta do Diabo de onde parte a longa passarela sobre o complexo Rio Iguaçu Superior que leva até o Salto Garganta do Diabo. Antigamente havia uma passarela que partia da área do Hotel das Cataratas (Sheraton) e permitia caminhar até a Garganta.  Nota: Um dos lemas da concessionária da Área Cataratas é: Um dia não basta. Quer dizer, não dá para ver tudo em um dia. Por isso há desconto para quem voltar às Cataratas em um segundo dia consecutivo. Há uma tarifa com desconto - se informe sobre ela
  



sábado, 5 de maio de 2012

Lua Cheia em Foz 05.05.2012

A Lua de Wesak sobre Foz do Iguaçu! A foto foi tirada às 18h15 e a lua já estava alta. Os fotógrafos foram pegos de surpresa. Como se vê o céu ainda estava rosado, ainda se podia ver áreas de azul no céu iguaçuense. O evento foi importante porque a lua estava em perigeu que dizer estava no seu ponto mais próximo da terra. A hora oficial da lua em perigeu no Brasil foi às 23h34. O ponto mais alto já foi na madrugada de sábado, logo após a meia noite. Bem essa é a informação segundo a astronomia. A foto dois tem mais a ver comigo. Sem flash e por volta das 19h fotografei a lua sobre uma palmeira pindó ou jerivá. Palmeira sagrada para os Guarani e creio que para muitas outras nações nativas, o pindó foi, segundo a cosmologia mbyá guarani, uma palmeira que Ñamandu plantou na Terra para ajudar a escorar o Universo. Plantou cinco palmeiras. Cinco palmeiras, Ñamandu plantou. Uma em cada ponto cardeal e uma no centro. Assim, sintetizando, a foto mostra um momento único. A lua sobre o pindó - árvore que fazia parte do primeiro nome do Brasil: Pindorama e a Lua de Buda, pois embora a curiosidade da Lua Cheia tenha passado astronomicamente falando, o Wesak, a celebração do aniversário de Buda, continua pelo menos até o dia 9 de maio. No ar está plasmado o espírito da compaixão. Energias de Paz - o que pede moderação e especialmente moderação do estress, da ansiedade e de sentimentos como a raiva, o ódio e o medo. Este último, o principal, pois é usado pelo nosso sistema como ferramenta de controle de pessoas. De que você tem medo? Pense nisso nesta Lua!           

Onde está Beatriz Chen Almada? Ajude a encontrar

Há um bairro, hoje bem central em Foz do Iguaçu, que se chama Vila Paraguaia. Perambulando por lá, na rua principal, encontrei este cartaz fixado na porta de vários negócios - do tipo lanchonete, salão de beleza e lan houses. A Vila Paragauia ainda hoje mantem laços estreitos com o Paraguai e enteder-se em espanhol e guarani lá não é difícil. O cartaz diz, ao pé da letra: "Ajude-me a encontrar a minha filha Beatriz Antonia Chen Almada de 9 anos, sequestrada no dia 30 de Dezembro de 2011. Como suposto sequestrador se encontra o Sr. Den Shou Chen com C.I. nº 2.203.814. Qualquer informação entrar em contato o número (0973) 720-027 / (0983) 921-146 (falar) com a senhora Lucia Almada (a mãe) ou a Delegacia mais próxima. 

Nota: telefones do Paraguai. 



Blog de Foz atualiza lista do que fazer na fronteira

Uma das primeira postagens deste Blog foi intitulada “135 coisas a fazer na Tri-Fron”. Hoje faço uma atualização. Desde 2007 muita coisa mudou. Alguns passeios e negócios fecharam ou foram descontinuados. Outros apareceram e outros ainda foram reformados, repaginados ou ganharam uma roupa nova. É  o caso dos passeios a Itaipu que desde 2007 passaram a ser cobrados e  foram organizados sob o nome de Complexo Turístico de Itaipu. No lado argentino, em Puerto Iguazú apareceram novas atrações e uma área nova inteira dedicadas a hotéis de lazer e descanso em um local chamado selva Yryapu. Vamos recapitular as mudanças e refazer a lista. A lista começou com 100 sugestões. Ver também a lista em inglês - que foi a original e em espanhol. Colocarei, pouco a pouco, os links para as novas notas:  

Cataratas do Iguaçu - Brasil
Cataratas do Iguaçu - Argentina   

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Prefeitura de Foz do Iguaçu tomba mais um prédio

Anote em seu bloco: no dia 12 de abril a Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu promoveu o “tombamento oficial da pequena estrutura que já serviu como Posto de Informação Turística, Casa do Ingresso, posto de venda de artesanato e Posto Policial. Anos atrás outro prédio de Foz que existia nessa calçada, a Delegacia de Polícia (foto 3) também foi literalmente “tombada”. A decisão pelo “tombamento” literal do prédio foi da Secretaria de Meio Ambiente e Obras. Segundo a secretaria que também responderia por decisões culturais e da memória do município o posto estava abandonado.  Ao pé da letra, nota da prefeitura diz que “o secretário Ruberlei Santiago informou, na época, que o prédio vinha sendo depredado e conforme denúncias, utilizado por usuários de drogas. “É uma estrutura obsoleta e estava obstruindo a calçada”, disse.  Parabéns secretário! Quem poderia dizer que Foz do Iguaçu não tomba o patrimônio? Lembro a todos que a missa de 30 dias pelo tombamento da estrutura obstrutora da calçada será no dia 12 de maio!      

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Nova sinalização no TTU!

Uma lista das linhas de ônibus qu partem do TTU
Passei pelo TTU segunda-feira à tarde e aproveitei para fazer fotos. Aqui seguem algumas das placas que fazem parte da nova sinalização – tenho entendido que as placas foram financiadas pelo Ministério do Turismo. Preste atenção nos detalhes, bilinguismo delas, algumas placas têm indicação especial como a que vai para o Hospital Costa Cavalcanti e outras apostam exclusivamente nos números. Coloco uma lista das linhas por números também fotografada lá. Vou continuar!   

terça-feira, 1 de maio de 2012

Amigos que já são nomes de ruas: estou ficando velho na Tri-Fron

Josivalter Vilanova
Esses dias perambulando pela fronteira passei por três lugares diferentes. Lugares que sempre vi mas que nesse momento em que passei a ficha caiu. Primeiro em Ciudad del Este vi o Teatro Municipal Mauro Céspedes. É sempre normal ver lugares públicos que são nomeados para homenager alguém e a gente tem que investigar a história para saber quem foi. Em Puerto Iguazu, fui ver a Avenida Beira-Rio ou a Costanera (Costaneira) que se chama Eduardo Arrabal – é a primeira “costanera” da Tri-Fron. Por fim, dia desses, dando uma geral no Porto Belo, um bairro de Foz, aquele onde fica o templo budista, para fazer um artigo sobre o bairro, com dicas sobre como chegar ao Templo Budista, escrevi: pegue a Rua Ângela Aparecida de Andrade até o começo da Rua Dr. Josivalter Vilanova que você vai sair no Templo Budista. Daí, me dei conta de que estava vendo ruas e edifícios públicos como nomes de amigos. Mauro Cépedes foi um grande amigo. Secretário de Turismo de CDE e agitador cultural estivemos em centenas de eventos juntos em Foz, Curitiba, Ciudad del Este e Madri. Eduardo Arrabal também foi meu amigo. Ele é fundador do Aventura Nautica e Iguazu Jungle Explorers na Argentina e um dia fomos ao Pantanal juntos. Passamos uma semana a bordo de um carro SSang Yang junto com a esposa dele, o cineasta canário residente na Argentina, Tito Stinga e Héctor Cruz artista plástico e fundador do Museu de la Pachamama em Aimacha del Valle, Argentina e um outro colega chamado Marcelo. Josivalter Vilanova, o conheci nos anos 90 quando ele era vereador e médico em Foz do Iguaçu. Com médico ele me fez um check-up, o único que fiz na vida e me fez usar uma maquininha que registrava as palpitações do coração. Como vereador me lembro dele numa cerimônia em que eu recebia um Moção de Aplauso pela publicação do jornal The Informer - informativo turistico da região publicado em inglês. E aí estão três lembranças, três pessoas que me fazem sentir "fronteirço”. Me faz sentir daqui embora tenha chegado aqui ontem (1977) quer dizer em tempos geológicos não é nada. Mas em tempo na escala humana, já pesa.




LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região