domingo, 17 de agosto de 2008

Foz do Iguaçu e a Terra das Coisas das Águas




Volte a este espaço. Logo acrescentarei mais fotos de coisas das águas.

Em 1998 escrevi meu primeiro livro. O primeiro de dois. Se chamava Na Terra das Muitas Águas. O título se originou pela observação de que a região de Foz do Iguaçu é muito rica em águas. Temos águas nas Cataratas do Iguaçu, nos rios Paranaá e Iguaçu, no Lago de Itaipu mas também inúmeros pequenos rios, riachos, olhos d´água, nascentes e muitas cachoeiras. Na Terra que tem as Cataratas do Iguaçu onde falamos de tantos saltos - dizem que são 175 - e de alturas na faixa dos 80 metros, Foz do Iguaçu tem centenas de cachoeiras de meio metro, um metro, no fundo dos terrenos, em chácaras. Infelizmente, nossas águas não estão sadias. Estamos matando ou já matamos nossas águas, nossas muitas águas. Os rios do tipo Mboicy e Monjolo estão em estado deplorável de conservação. Não sei se isso é bom ou ruim para o nosso currículo coletivo. Daí, o nome do livro dedicado às muitas águas.

Eu havia escutado o termo ligado à Guiana, quer dizer a República Cooperativa da Guiana. Guiana significa "Terra das Muitas Águas". Na verdade, Guiana não se refere somente à Guiana, país. O Brasil também tem Guiana - o Planalto  Guiana é uma espécie de realidade com uma topografia específica. É um modo de ver a vida.

A Bíblia faz uma menção ao barulho de "Muitas Águas". É no Apocalipse onde o barulho das muitas águas é o que o se usou para representar o som da voz de Deus. Mas não foi daí que saiu a minha idéia. Foi mais da "Guiana" e da nossa riqueza de água o que inclui também as águas abundantes em nosso lençol freático (hoje poluído) e na parte do aqüífero que passa por baixo de nossa terra.

Contudo o que eu gostaria de dizer aqui é que depois do lançamento do livro - que hoje é raro - vi aparecer empresas que incluíram a palavra "água" (no plural) em seus nomes de fantasia. São nomes como "Cidade das Águas", "Mundo das Águas", "Brasil das Águas". Há até um edifício com o nome de "Muitas Águas". Mas e daí? Eu estou dizendo que esses nomes saíram depois de mim? Eu sou o bom? Não! Longe disso, Só quero dizer que um começa, daí a coisa vai infectando, no bom sentido e de repente, todos estão fazendo alguma coisa. Existe ate uma teoria que explica isso. Se chama a teoria ou mito do centésimo macaco. Será que antes a gente não se lembrava de nossas águas? De qualquer modo quero felicitar aos donos das empresas que entraram assim na "Família das Muitas Águas"

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região