sábado, 20 de março de 2010

Domingo, 28 de Março: Um ano da morte da onça do Parque Nacional do Iguaçu

Daqui a uma semana, mais exatamente no domingo dia 28, estaremos "comemorando" um ano da morte daquela onça do Parque Nacional do Iguaçu. E em um ano, nada foi esclarceido. E se foi esclarecido essa informação ficou entre quatro paredes, dividida entre poucas pessoas e isso é, para um profissional da comunicação um crime embora a nossa Constituição Federal não diga que a Informação seja um direito do povo. Quem matou a onça? Quem atropelou o felino do Parque Nacional do Iguaçu? Foi um carro de turismo? Foi um taxista? Foi um carro de alguma concessionária? Foi um carro particular? Foi um carro do Instituto Chico Mendes? Ninguém sabe. Eu protesto contra esse silêncio. E esse silêncio é ruim para a democracia. Em memória, pergunto a quem puder responder: o que aconteceu de verdade? Desculpem-me por lembrar um assunto incômodo!

Um comentário:

Osvaldo Luiz de Melo disse...

Sabe Jackson, eu fico imaginando a situação em que um veículo qualquer dirigindo-se ás Cataratas ou voltando delas atira o mesmo veículo em cima do animal, talvez nem tenha sido de propósito e aí começa o dilema eterno.
Quando uma pessoa é bem educada pelos pais, antes da idade escolar, numa situação dessas, ou quando sabe que fez algo de errado, ou mesmo algo quer não devia ter feito, não importa se tem ou não alguém olhando! A pessoa que recebeu de seus pais a educação para a vida pára e chama para si a responsabilidade! Ou seja, chama socorro, a polícia, as autoridades competentes e aguarda, conscientemente as consequências de quisquer atos que tenha cometido, deliberadamente ou acidentalmente! Infelizmente taçvez jamais saibamos o que aconteceu com a onça pintada por que provavelmente ninguém viu nada ou talvez um estrangeiro até tenha visto mas por não querer se envolver tenha se calado! Sempre me lembro de meu velho pai dizendo: Um HOMEM, meu filho, não se define por aquilo que ele faz quando todos estão olhando mas sim, por todas aquelas atitudes que ele toma quando ninguém está por perto! Isso se chama, consciência "persona" de Deus! Ou você tem e é uma pessoa honesta ou você não tem e aí, faz pinta de "bom samaritano" quando todo mundo tá vendo mas se tiver certeza de que está sozinho, ignora suas responsabilidades só por que sabe que ninguém vai fazer qualquer tipo de cobrança!
Se a pessoa que cometeu esse ato tiver um pouco de honestidade e decência vai se manifestar, senão, continuará mantendo seu anonimato apenas para garantir a impunidade!
Não tem como reparar o que foi feito mas é de lamentar falte ainda tanta consciência e senso de honra no mundo!
Abraço!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região