quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Notícias do 1º de agosto em Foz do Iguaçu: manifestações, Parque Nacional fechado e Gente com medo. Tem futuro?

O dia 1º de Agosto de 2012 amanheceu ventando. Típico vento de agosto. Um casal de urubus da fauna iguaçuense local, pairava na cruz da Igreja Matriz de São João Batista da gloriosa mas frequentemente sacrificada Foz do Iguaçu. Parece até que queriam fazer um ninho na santa topografia. Era um vento no estilo pantaneiro. O casal (de urubus) estava alheio às confusões humanas na Avenida Jorge Schimmelpfeng. Do alto, eles dominavam também a visão da esquina da Avenida Brasil e ficavam de olho no outro extremo, na histórica sede da Prefeitura Municipal. Lá de cima, eles não entendiam o que acontecia.... mas centenas de iguaçuenses protestavam com suas vans, taxis e ônibus e muitos não sabiam como iriam pagar a próxima prestação ...    

Postados frente à Prefeitura Municipal, os humanos observados pelos urubus pediam socorro às autoridades. Foram roubados - roubados do ganha-pão. Todos esses carros transportam turistas do Aeroporto para os hotéis, dos hotéis para as Cataratas, para o Hotel das Cataratas, para a Argentina, para o Paraguai, para a rodoviária. A partir deste 1º de agosto ventoso, eles não poderão mais chegar até às Cataratas. Era hora do almoço, humano é a única raça que tem hora marcada para almoçar - daí foi marcada uma reunião para o fim da tarde com prefeito. 


Haverá solução para o problema? Espero que sim! Mas há no ar uma coisa que me incomoda. Há uma intransparência na atmosfera. Não sei de onde o ICMBio tirou a ideia de que o turismo das Cataratas do Iguaçu é ecoturismo. E no documento do parque está escrito que a medida é uma exigência para ampliar o ecoturismo. E o Brasil tem ecoturismo? Foz do Iguaçu tem turismo, turismo de massa. Estão querendo colocar remendo novo em roupa velha. Até Jesus disse: "não se coloca remendo novo em pano velho...", não disse? O turismo é velho. O ecoturismo é novo e ninguém sabe se o remendo pega. O brasileiro que está viajando graças ao milagre da distribuição de renda não está fazendo ecoturismo; assim como o turista que virá para a Copa em 2014, está  pouco se lixando para ecoturismo. E estão falando, os burocratas do ICMBio, em EcoTurismo nos Parques Nacionais para a Copa 2014. Isso é remendar roupa velha com pano novinho em folha... Vai dar zebra!
Na avenida Brasil, na esquina, ali perto daquele masto da bandeira e de onde dava para ver os urubus da torre da igreja, os manifestantes que vinham em carreata "buzinatória", pararam e puxaram uma faixa: "nós temos o direito de trabalhar" .... 
O que prejudicou a esses senhores foi esta sentença (frase) do Plano de Manejo: 
"Tendo como objetivo viabilizar e intensificar o ecoturismo na região do Parque, a Superintendência do IBAMA no Estado do Paraná, em conjunto com o PNI, elaborou o Programa de Revitalização do Parque Nacional do Iguaçu". 

P.S.: Na época, o superintendente do Ibama no Paraná era Jonel Iurk (à esquerda na foto), o chefe do Parque Nacional do Iguaçu, que em conjunto elaborou o Programa era Julio Gonchorosky (Não está na foto). O diretor do DIREC (Direção de Ecossistemas) do Ibama era Ricardo Soavinski (no centro na foto). Pela Paraná Turismo / Governo do Paraná, na época, Wadis Benvenutti (à direita na foto), atual secretário de Planejamento da Prefeitura de Foz do Iguaçu. Era governador no Paraná, Jaime Lerner    




Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região