sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

IV Forum de Ufologia foi aberto ontem em Foz do Iguaçu

Alguns dos palestrantes na abertura do IV Forum ontem
O auditório contratado ficou lotado
Foi aberto ontem o IV Fórum Mundial de Ufologia e a I Cumbre ou Cúpula OVNI das Américas. O Salão contratado pelos organizadores no Hotel Golden Tulip estava lotado. A repórter Cida Costa da rádio Cultura de Foz do Iguaçu disse que ficou de boca aberta quando viu o salão cheio. Ela me disse que estava certa de que o evento era dirigido para um público de gente com mais de 40. Ela disse que ficou surpresa de ver tantos jovens – tanto homens como mulheres. 
O organizador Ademar Gevaerd não poupou elogios ao Iguassu Visitors & Convention Bureau e a Ruth Sanches da Martin Travel. Foi a Ruth quem propôs ao Ademar Gevaerd trazer o evento para Foz. Entre nós, digo que a Ruth é veterana nesse congresso e ela me confidenciou que tem outro evento desses que ela vai tentar trazer para Foz. Daí a equipe do ICVB fez o show. A equipe da Frontur também foi amplamente elogiada – é a galera que cuidou dos pacotes que incluiu a parte aérea, hotéis e comida. Hoje à noite é dia de vigília e observação ufoastronômica no Polo Astronômico de Foz do Iguaçu, lá no PTI-Itaipu.  Me chamaram para ir. Vou, não vou? Fico desconfiado de ir porque se voltar muito tarde fico cismado para pegar o ônibus. Ontem, na volta para casa o ônibus foi assaltado.  Os cerca de 15 passageiros abordo ficaram desesperados. Eu fiquei agitado,  logo eu que sou meio ET. Achei a ação dos dois assaltantes terráqueos muito baixa.  A  que ponto chegamos nesse planeta! Se tiver carona eu vou.


Pioneirsmo equatoriano na América do Sul?
O congresso é muito eclético e tem de tudo.   Há gente com interesse realmente voltado para a máquina chamada OVNI ou UFO.  Para a maioria dos ufólogos de linha científica e especialmente nesse congresso, a linha de ação é conseguir que os governos abram o jogo e os arquivos sobre os UFOs – algo que a Força Aérea Brasileira já fez, em parte.  Outro interesse muito sério é a questão do contato. Há que preparar a população para o contato. Waldo Vieira que também pesquisa o assunto mas não estã nesse evento, me disse um dia que quando sair a notícia de que há vida inteligente em outro mundo, “isso aqui [a terrra] vai ficar muito pequena”. Washington, Paris, Buenos Aires, Brasília, Beijing sabem disso e temem o caos. A última vez que a humanidade descobriu algo parecido foi durante as noticias distorcidas da descoberta das Américas em 1492”.
 Uma editora em Brasília está abrindo um concurso nacional para escolher uma proposta para a criação de livros didáticos para o ensino médio sobre os extraterrestres, a exobiologia, a exopolítica entre outros temas.  Exobiologia e exopolítica eu não estou inventando – exo, significa “fora” em grego e nos usos mostrados aqui “fora” quer dizer  “fora da terra”. Fotografei no evento uma placa interessante. Dizia: Diplomacia Extraterrestre Equador. Isso é exopolítica! Todos os participantes estão assinando uma carta que irá para o Ministro da Defesa, Celso Amorim. O documento pede que o ministério se posicione sobre o assunto.  É uma pressão para que o Brasil comece a abrir o jogo sobre sua Exopolítica.  Logo atrás da placa da exodiplomacia equatoriana há outra onde se lê: Nas profundezas do psiquismo que é parte da proposta da Associação Matogrossense de Ufologia e Psiquismo.  Há muita gente que afirma que os seres de fora da terra não precisam chegar fazendo voo rasante. Isso só se for para chamar a atenção ou atacar como nos filmes de Hollywood – que são bem realistas. Conheci um casal de pesquisadores  argentinos, Lilian e Fernando Grosso. Eles pesquisam caso de “visitas de dormitórios” onde exopesquisadores vem ao seu quarto fazem o que vieram fazer e ainda deixam marcas visíveis para que todos saibam que eles vieram. A palestra dela será domingo.  Finalizando há discussões para todos: militares, ciência, religião, política  e até cultura. A repórter Viviana Matsuda da revista UFO está cobrindo tudo para as próximas edições da revista. O evento também é transmitido pela Internet.         

2 comentários:

ozelia disse...

Compartilhamos da idéia da "Teoria dos astronaltas antigos". Ainda insipiente n o Brasil.
Ozelia Amaral Sedlacek

ozelia disse...

Adeptos da "teoria dos astronaltas antigos". Insipiente ainda no Brasil.
Ozelia.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região