quarta-feira, 21 de fevereiro de 2007

Os ônibus não-integrados

Parte V

As linhas de ônibus que não fazem parte do sistema intergrado de Transporte Público de Foz do Iguaçu


INTERBAIRROS – Alguns ônibus que circulam em Foz do Iguaçu não participam da “integração” dos transportes coletivos. Cada um por seu motivo. Uma de minhas linhas favoritas na cidade se chama INTERBAIRROS. Já escrevi sobre a linha INTERBAIRROS há vários meses, talvez mais de um ano no meu blog Notas do Turismo. A Interbairros é a excursão mais barata que se pode fazer na cidade. É um verdadeiro City Tour.

O que foz tiver de mostrar, mostra aí. Se escolhermos uma ponta, por exemplo a ponta Norte, da linha estaremos na Vila “C”, já mencionada, próximos a Usina de Itaipu e viremos ora indo para o leste, ora para o Oeste até a região do Porto Meira – na zona sudeste da cidade. O ônibus sai da Vila C, vai até o portão / fronteira da Usina de Itaipu, em frente ao Centro de Visitantes, desce a Avenida Tancredo Neves, entra na Vila “A” percorrendo toda a Avenida Sílvio Américo Sasdelli, rumando na direção da Avenida Gramado para sair no bairro de Três Lagoas – também já mencionado.

De Três Lagoas, o ônibus da Viação Itaipu margeia o asfalto da BR 277, entra na BR até o Hotel Rafain Palace, onde pega o lado direito da marginal (sentido Cascavel – Foz do Iguaçu) e entra no bairro do Portal da Foz – aquele com tema ornitológico – pela Avenida Beija-flor, cruzando as ruas Sanhaço, Cardeal, Tiziu, Pica-pau, Azulão, Quero-quero, Assum-preto até o entroncamento com a Rua Mané Garrincha já no Grande Morumbi, daí atravessa toda a Avenida Mário Filho – uma avenida que se transforma, tem movimento à noite, tem posto de saúde, quadras de esportes (abandonadas algumas), canteiro central, e uma estátua de São Francisco de Assis, obra assinada pelo escultor Giovanni GIROTTO, sai na Avenida República Argentina, segue-a até a altura da Praça da Bíblia, já mencionada, onde se desvia para a esquerda entrando na Rua Monsenhor Guilherme.

Aqui o a linha-city tour atravessa bairros como Jardim São Bento, São Luiz saindo na Avenida Fwelipe Wandscheer – conhecida antigamente como Estrada Velha de Guarapuava e mais antigamente ainda como a Estrada do Telégrafo. Aqui fica o Hotel Suiça, o Cemitério Iguaçu e várias outras instituições. A meta do ônibus é pegar a Avenida Iguaçu já na área de influência da Vila Iolanda.

Para encurtar a história, o que este ônibus quer fazer mesmo é pegar a Avenida General Meira para ir ao Porto Meira via Avenida Morenitas – passando pelo Parque Remador, uma boa idéia. No Parque ou seja dentro dos limites do parque há um santuário católico local onde pessoas mantêm vigílias, rezam, fazem promessas e tudo aquilo que tiver a ver com a fé católica radical e ortodoxa - aquela que crê em aparições da virgem mesmo quando os padres dizem que não. Dali o ônibus vai para o terminal que está próximo ao Marco das Três Fronteiras.


SANTA TEREZINHA DE ITAIPU – Santa Terezinha é um município independente, liberado e livre. Ganhou alforria de Foz do Iguaçu em 1983. É uma cidade que compartilha a mesma história, a mesma cultura, aspirações de Foz do Iguaçu. Foi distrito de Foz e se chama Nova Criciúma. Santa Terezinha é uma cidade basicamente agrícola porém há muita coisa acontecendo. A linha Foz do Iguaçu – Santa Terezinha existe desde que me dou por iguaçuense, lá por volta de 1977. Na época a cidade me pareceu um grande lamaçal formado por barro vermelhíssimo.

A linha é coberta pela Viação Itaipu de Foz do Iguaçu na modalidade de “linha metropolitana”. A passagem custa quase a mesma coisa que os ônibus de Foz do Iguaçu, cinco centavos a mais ou seja R$ 2.25. (Em Foz é R$ 2.20). O preço é o mesmo, repito para todas as raças, religiões, cores, QI, partidos e tendências. É uma linha muito interessante. Vale a pena esticar e ir até Santa Terezinha de Itaipu.

Nos finais de semana há agito e muita gente de Foz vai lá. A freqüência dos ônibus cai muito à noite. Se for demorar muito, volte de táxi ou fique em um dos hotéis de lá. O metropolitano para Santa Terezinha não entra no TTU de Foz do Iguaçu. O que significa duas coisas: não é integrado ao sistema de transporte iguaçuense; segunda, não sendo integrado, não há como economizar aquela segunda passagem de que falamos lá no início. O ponto do metropolitano para Santa Terezinha está na Travessa Luiz Gama.

O ônibus sai da Luiz Gama, pega a JK, a Jorge Schimmelpfeng, Almirante Barroso, volta à JK e vai para a BR 277 até a Rodoviária de Santa Terezinha. Há linhas de Santa Terezinha que percorrem bairros diferentes assim descubra o que está procurando – um deles faz o trajeto via Santa Mônica e outro vai até a Prainha de Santa Terezinha ou oficialmente Terminal Turístico Ipiranga. Atenção: cuidados com problemas de migração e aduanas para ir a Santa Terezinha. Informe-se! Você pode precisar de visto.

Um comentário:

bomdemais disse...

Não sei de onde surgiu essa idéia de descrever as linhas dos ônibus... mas bem original e legal... embora já conheça a maioria, estou lendo...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região