domingo, 16 de março de 2008

Cicloturismo ou bicicletando em Foz




A bicicleta é um veículo curioso. Seu passageiro é o seu motor - John Howard


Não!!! Eu não sou o bam-bam-bam do cicloturismo em Foz do Iguaçu. Devo prestar homenagem ao Niltinho ou Nilsinho fundador de uma agência de turismo chamada Cisturis que colocou bicicletas à disposição da comunidade viajante na antiga entrada do Parque Nacional do Iguaçu lá por 1990. Tenho certeza que muita gente tentou. Há na cidade também vários grupos que 'bicicleteiam' embora a cidade seja mesmo conservadora no que tem a ver com transportes. A cidade está pesteada de carros. Até eu vou comprar um fusca. Perdi!

Há o grupo do pessoal do esporte de competição com bicicletas e campeonatos liderados pelo Toninho da Bike Turbo que aparece nas fotos acima especialmente na foto mais estreita e mais recente que eu tirei na Sexta-feira da Paixão do Annus Domini de 2008. Toninho além de correr, organizar eventos esportivos ainda é uma mão santa na maecânica de bicicletas. E melhor, tenta passar adiante a tradição, introduzindo filho ou filhos na prática, oferecendo cursos de mecânica à quem deseje e fazendo manutenção.

E eu onde fico nessa? Conto agora. Em 1996 voltei de uma aventura no Pantanal onde tentei fazer uma empresa de turismo aventura chamada Ecoventuras. Não deu certo a empresa. Motivo: foi pioneira demais. Ao voltar para Foz do Iguaçu e reassumnir meu trabalho na saudosa "Gazeta do Iguaçu", trouxe cinco bicicletas Caloi Aspen - nenhuma Brastemp, mas boas. Daí consegui convidar alguns amigos para passear comigo à noite e fins de semana. Eu estava inspirado no grupo Sampa Bike da repórter Renata Falzoni e outro de Campo Grande.

Meus primeiros seguidores foram Ruth Sanchez e Fernando Martin da Martin Travel. Lembro-me que Ruth tinha uma bicicleta sem marcha, que pesava uns 10 quilos sozinha. E assim mesmo, lembro-me, ela pedalou, um dia, até o Parque Nacional Iguazú. Não é fácil fazer isso!

A repórter da TV Cataratas (RPC), Rede Globo, Sandra Regina Santos, também tinha uma bicicleta mais pesada que a da Ruth e ela também foi até o PNI. Me parece que o Fernando Martin tinha uma bicicleta também pesada, mas era meio mountain bike pois pelo menos tinha marchas. Eu emprestava as minhas bicicletas a outros colegas e amigos que queriam se aventurar um pouco. Não posso esquecer o Paulo, paulista ótimo ciclista que tinha sido do Sampa Bikes. Devo mencionar ainda a Silvana Canal, jornalista que participou em todos os passeios pioneiros desse grupo.

Foi um prazer para mim, quando logo todo mundo começou a entender de bicicleta e começou a comprar bicicletas melhores, mais leves, com peças mais resistentes. Creio que esse virus ciclístico que eu trouxe resultou na compra de mais de 30 bicicletas de preços mais altos. Daí veio a compra de equipamaments individuais: capacetes, luvas, pisca-pisca, velocímetro etc (antes eu emprestava capacetes). Um dia fomos todos de bicicleta à uma loja no Paraguai. Foi um tal de comprar luvas e bermudas. Infelizmente, minhas cinco bicicletas se esfumaçaram. Graças a variados roubos. Todas as minhas bicis foram roubadas. A última foi roubada da casa e vendida em uma favela local por 20 reais em drogas. Fiquei com muito desgosto e abandonei. Mas eu volto.

As fotos mostram que a coisa não morreu. Vejam o equipamento do pessoal! A carreta com bicicletas pertence a Martin Travel, que leva a proposta a sério e oferece a oportunidade para turistas ou melhor à comunidade cicloturística do mundo. Assim grupos de cicloturistas podem vir e deixar tudo na mão do gênio organizador do pessoal. Creio que esse passeio é o que chega mais próximo de um esforço que envolve vários segmentos da comunidade local. Bem, assim convoco a comunidade bicicleteira paranaense, paulista, carioca, brasileira em fim, e também argentina, paraguaia, uruguaia e mundial a que inclua Foz do Iguaçu na proposta bicicleteira e que venham bicicletar aqui. Um abraço! Logo coloco relatos de algumas viagens nossas. Para saber nais sobre cicloturismo organizado entre em contato com a Martin Travel. Após entrar no site clique em atividades, escolha bicicletas e região.

Confira alguns dos sites abaixo:
Bicicletada Curitiba
Clube de Cicloturismo do Brasil
Escola de Bicicleta

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região