quinta-feira, 21 de maio de 2009

Planetário de Foz! Vem com observatório junto!



Está inaugurado! Foz do Iguaçu ganhou um Polo Astronômico composto por observatório e planetário. Maravilha! Estou louco para ir lá e ver. Não há nada mais bonito que o céu estrelado. Particpei de curso relâmpago de astronomia com o Professor Janer Vilaça, coordenador do Pólo, e fiquei fã dele. Em dois ou três dias ele fez com que gente que antes nunca tinha observado os céus, estivesse apontando pra cima e dizendo: olhe alí está Órion! Escorpião e outras constelações, planetas, estrelas. O lugar está aberto à visitação. O telefone é (45) 3576-7203. Basta ligar e agendar a visita. Recomendo não só o Pólo como a astronomia amadora em si. Não precisa ser nenhum Einstein! Sucesso! Sucesso! Sucesso! O Pólo fica na Itaipu Binacional.

2 comentários:

Anônimo disse...

As Bolas do Paulo

As Bolas colocadas na avenida Brasil para dar proteção ao pedestre, ao invés disto vai acabar causando sérios acidentes aos transeuntes daquela via, digo isto pois, sou testemunha de três acidentes acontecidos em apenas dois meses, no primeiro um trator “Pá Carregadeira” que trabalhava entre a Jorge Sanwais e avenida Brasil, bateu em uma das bolas, e a mesma saiu rolando em direção a Brasil Telecom, um cliente ao ver que as bolas do Paulo ia de encontro à vidraça do local em que ele estava, saiu correndo e chutou as bolas do Paulo com o pé, vindo a desviar a mesma de uma trajetória um tanto catastrófica, pois se o caminho “das bolas” não fosse interrompido causaria sérios danos ao proprietário da loja como também poderia haver vitimas.
Num segundo acidente, um “Tempra” perdeu o freio e entrou por entre o meio das bolas do Paulo e um poste, derrubou o poste de encontro a uma senhora idosa que vinha passando por ali, acabando vitimada pelo poste que caiu sobre sua perna, machucando-a bastante, pois a mesma teve que se dirigir às pressas ao hospital com o apoio do Siate...
O terceiro acidente foi uma sensacional jogada de sinuca, dois carros bateram e subiram por entre as bolas do Paulo, mas uma saiu da caçapa e desceu morro abaixo pela Brasil, só não causando sérios acidentes porque já era tarde da noite e não havia grande movimento no momento, uma outra bola ficou “solta,” só presa por uma perninha do arame que colocaram, só falta aparecer um endiabrado para dar um chute e fazer um gol, de placa lá pelas bandas da Riachuelo.
Portanto, gostaria de dizer que colocar uma proteção naquele local é mais do que necessário o que me deixou impressionado é a falta de conhecimento destes engenheiros que inventaram aquela bola maquiavélica, pois poderia ser ate bola, mas a estrutura é fraca, disse isto desde o primeiro momento que vi aquilo, os ferros que sustentam as bolas não têm cinco milímetros de espessura, e estão a uma profundidade de apenas vinte centímetros, a circunferência da bola é maior do que a profundidade dos ferros, não sou engenheiro, mas vi a grande burrice que fizeram, no mínimo os ferros deveriam ter uma espessura de pelo menos dezoito milímetros e uma profundidade de no mínimo um metro, (com travas em sua extensão) a armação das bolas também deveria ser forte, e tudo soldado na própria estrutura, no meu modo de pensar se não ‘tomarem providencia “, um grave acidente poderá acontecer!”.
No mínimo coloquem trilhos pintados de amarelo e pretos, a uma profundidade de um metro e meio, tirar as bolas não é o correto, o certo é reforçar as bolas do Paulo ou colocar os trilhos! (com travas) O recado foi dado! Tomem providencia!


Walter Negrão

Anônimo disse...

"[...]inventaram aquela bola maquiavélica[...]" o adjetivo "maquiavélico" que significa "não-ético" vem do nome do grande sociólogo Maquiavel. Não use em vão.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região