domingo, 24 de maio de 2009

Vila Portes na Região do Jardim América: vende-se tudo


Fotos by 'bairronauta'

A situação não anda muito boa no bairro iguaçuense da Vila Portes. Tecnicamente falando, a Vila Portes pertence à Região do Jardim América - a região administrativa que margeia o rio Paraná e vai do Jardim América até o Jardim Jupira. Dentro dela está a área conhecida como "Área de Exportação". Para quem não é de Foz do Iguaçu, explico: a Vila Portes e o Jardim Jupira são os primeiros bairros do Paraná, do Brasil, para quem chega ao País vindo do Paraguai, pela Ponte da Amizade. Deveria ser um cratão postal. Aqui era uma área onde os comerciantes desfrutavam de alguma facilidade para vender produtos brasileiros para o Paraguai e Argentina.

Era um bairro intermediário. Os paraguaios vinham comprar toda espécie de profutos nesta área de vendas no atacado e varejo. Desde balas e chicletes, à comida, vasilhames, colchões, ferramentas e roupas. Com a entrada do Mercosul, do Plano Real e da queda do dólar, a vida comçou a ficar difícil. São Paulo começou a vender direto para o Paraguai, os produtos ficaram caros e a competição aumentou. Um passeio pelo bairro mostra dezenas, centenas de lojas fechadas. Uma vergonha! Mesmo assim algumas ruas ainda sobrevivem e mantêm a tradição. O bairro se ressente da falta de políticas que levem a uma recuperação.

Em uma caminhada por lá, há alguns meses, visitei a loja de móveis usados que aparece na foto. Fiquei admirado de ver uma maca profissional de atendimento médico, dessas que se usa em ambulâncias. Onde mais se vê isso? Estava à venda! Visitei, em seguida, a loja que vende material para hotéis e restaurantes. Encontrei um micro hoteleiro de Encarnação (Paraguai) fazendo comprando algumas ferramentas de trabalho.

Não me parece difícil atrair clientes de toda a região Oeste e Sudoeste do Paraná para a Vila Portes. Tenho a experiência de ter vivido em cidades do Oeste onde um parafuso um pouco mais elaborado não existe. "Tenho que madar vir de Cascavel" - dizem os lojistas para tudo.

Ninguém em Foz do Iguaçuu fica parado por não encontrar uma ferramenta, a bitola de ferro, a porca ou arruela que necessite. E a Vila Portes é o local. É um bairro especial. Até pouco tempo houve um programa municipal que criou encubadouras de negócios e fábricas no Jardim Jupira. O programa utilizava as lojas fechadas pela crise em troca de IPTU e outros impostos. O programa estava dando certo. Foi na administração Samis da Silva.

O prefeito Paulo MacDonald não deu continuidade ao programa. Só digo que é preciso continuá-lo. Ou, por outro lado, é preciso criar um novo. Alguma coisa tem que ser feita! Não pode ficar assim. Além da Vila Portes outros bairros de Foz do Iguaçu estão entregues à situação semelhante. Vamos mostrá-los, aos poucos de um por um.


Haverá mais sobre a Vila Portes

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região