sexta-feira, 30 de outubro de 2009

A Hegemenonia de Foz acabou I

A garagem da Crucero del Norte em Puerto Iguazu

A palavra hegemonia, no meu Dicionário Houaiss da língua portuguesa, tem cinco significados. Vou ficar com o significado dois: “supremacia, influência preponderante (exercida por cidade, povo, país etc)”. A hegemonia de Foz do Iguaçu nas Três fronteiras acabou. Até pouco tempo atrás, um ano por exemplo, Foz do Iguaçu era a maior e mais “desenvolvida” cidade da Tri-Fron. Não mais. Puerto Iguazu está vindo com tudo. Ontem, um colega meu dizia: “Foz tem 320 mil habitantes. Ciudad del Este tem 300”. De novo, não mais.

Esqueça CDE sozinha. Primeiro, CDE é a cidade com o maior status da TriFron. Falo de hierarquia de cidades. Ela é capital de Departamento. O par dela é Curitiba e não Foz. Lá tem prefeito e governador. Duas esferas do poder. O prefeito, ou melhor a prefeita, de CDE, conversa com o prefeito de Foz, no mesmo nível. Já o governador do Alto Paraná cujo palácio está em CDE, conversa no mesmo nível com o governador do Paraná. Ou com o governador de Misiones que fica em Pousadas. Esqueça essa história de CDE com 300 mil habitantes. CDE é cabeça de uma região metropolitana que tem 600 mil habitantes ou mais e deve começar a planejar tudo em conjunto com 11 municípios. Fique de olho no estardalhaço que vai acontecer no lado paraguaio em questão de estradas e ligação metropolitana!

Antes para viver a noite, os argentinos vinham de fila para os bares, restaurantes e até bordéis – hoje os bordéis estão em baixa. Hoje ainda vêm, quem quer. Mas nós também vamos lá e muita gente. Há uma democracia no ar. Só atrapalha quando as autoridades migratórias, aduaneiras ou sanitárias inventam uma “requisa”. Ou quando o excesso de sucesso, faz fechar um bar – como La Barranca! Lembra? Por isso, a vida noturna está migrando para CDE. Caetano Veloso veio, e outros artistas virão para a noite “estense”.

Puerto Iguazu explodiu. Eu já falei dos hotéis, dos spas, da rodoviária, vou falar um pouquinho sobre ônibus. Todo mundo sabe que eu só fã de uma empresa chamada Crucero del Norte – os ônibus com as melhores poltronas da América do Sul. A Crucero del Norte, para o desespero dos proprietários de veículos de transportes para locação e qualquer outra espécie de transporte de ônibus, está construindo a maior garagem de ônibus das Três Fronteiras. Garagem com oficina, controle de tráfego, escritórios. Tudo! Parece que a Crucero del Norte vai tentar preencher uma lacuna. E tem a ver com as confusões documentais dos órgãos oficiais. O pepino (problema) é que a maioria dos ônibus que transportam turistas em Puerto Iguazu não teriam todos os papéis necessários. Parece que em Misiones, as exigências documentais são enormes. Aí entra a Crucero del Norte.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região