quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Ponte Internacional da Amizade: Migração e Trânsito Fronteiriço,


Há várias situações de migração na Ponte Internacional da Amizade entre Brasil e Paraguai em Foz do Iguaçu: 1) Pessoas em Motos locais (TVF), 2) Pessoas em carros locais (TVF), 3) Ônibus de linha internacional circular urbana (TVF), Ônibus de turismo com licença de Foz do Iguaçu, Ciudad del Este ou Puerto Iguazu que transportam turistas entre "atrativos" da fronteira. 4) Pessoas locais em taxis, vans, kombis (TVF), Turistas internacionais (inclui brasileiros que prosseguem viagem) e 5) pedestres (TVF). É uma situação complexa. Nesta postagem, falo unicamente da movimentação de pedestres quer fronteiriços e residentes ou não.
Nessa foto ao lado, vemos uma placa que encaminha pedestres para a 'área migração'. Hoje passei pela área com meus filhos menores. Fomos conduzidos por sinalização e por 'cordas' delineadoras do caminho até cairmos obrigatoriamente em uma sala com pelo menos oito funcionários. Eles pediram identidade de todos. Digitou informações e nos liberou. Um problema grave que se combate aqui é a saída de crianças do país sem os pais ou autorização judicial. Se os dois pais não estiverem juntos é preciso autorização.
Vemos nesta outra foto uma rampa de acesso para pessoas em cadeira de roda. Algo impensável não faz muito tempo. Continuarei logo mais. É só para atualizar. Ah!Voce notou que a maioria dos casos migratórios acima lidam com o Trânsito de Vizinhança Fronteiriço (não sei se esse é o termo em português. Em espanhol que também é lingua oficial do Mercosul o termo é Transito Vecinal Fronterizo (TVF). Muito tem que ser feito pelo trânsito de turistas e viajantes internacionais que foi muito discutido pela RET (Reunião Especializada de Turismo) em conexão com o Polo Iguaçu. Depois da TVF, a prioridade do Blog é o Pólo Iguaçu!

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região