sábado, 17 de abril de 2010

Emendas da Câmara resolve problemas Único Estudante

Foto de Marco Labanca no Terminal de Transportes Urbanos (TTU)

A Câmara de Vereadores anununoiou na quinta-feira, dia 15, que foram aprovadas três emendas que alteram dispositivos na Lei que rege o transporte coletivo de Foz do Iguaçu. Ua emenda foi modificativa e duas outras foram aditivas. O vereador Sérgio Beltrame (PMDB)fez acrescentar um parágrafo à lei que garante a permanência dos cobradores em cada ônibus em circulação. Quer dizer não vão dispensar os cobradores! Outro ponto garagalo, tem a ver com "a falta de flexibilidade de horário do Cartão Único para Estudantes", segundo o release (nota) para a imprensa. Seguindo a nota isso mudou: o cartão estudante poderá ser usado em qualquer horário e itinerário. Só para lhe orientar essa "emenda aditiva" foi assegurada pela Comissão de Legislação, Justiça e Redação, presidida pelo vereador Beni Rodrigues (PSB). A segunda parte fala de exigências para as futuras concessionárias de ônibus. Esse é um ponto que promete polêmica forte e que abalará estruturas da cidade. Voltarei ao assunto talvez ainda hoje.

2 comentários:

samyarah disse...

O transporte coletivo em Foz do Iguaçu é mais um dos pontos que devemos ter vergonha, o único para os estudantes é uma piada de muito mal gosto...fico feliz de ver que nossos representantes estão atentos a essa questão, tomara...

Yes disse...

Olá Jackson, sou leito assíduo do seu blog, e hoje gostaria de publicar aqui minha INDIGNAÇÂO a respeito do transporte publico de foz. Mas especificamente ao desrespeito que os cadeirantes sofrem com as velharias de onibus que temos.

Na ultima terça-feira 20/04, por volta das 18:00hs no bairro Vila C, uma cadeirante que trabalha na usina de Itaipu muito conhecida e querida por todos no bairro, por ser guerreira e sempre lutar pelos direitos dos cadeirantes, sofreu um acidente em um dos RAROS onibus que possuem a plataforma para cadeira de rodas.

O descaso começa logo quando ela sobe no onibus, que é claro nesse horario se encontra ACIMA DA LOTAÇÃO MAXIMA PERMITIDA, pois varias pessoas por não haver espaço suficiente no onibus se ocupam do lugar reservado para cadeiras de roda (deixando claro que essas pessoas nao sao culpadas pela falta de espaço dentro do onibus.

O onibus que nao leva menos de 10min para percorrer uma distancia de 1,5km chegou ao ponto onde nossa amiga cadeirante iria desembarcar. Foi onde o acidente ocorreu. Acidente esse que ja é premeditado por todos quando veem a situação precaria das plataformas em funcionamento, muitas vezes sendo necessario que o cobrador fique dando pulos em cima da plataforma para que ela funcione.

Enfim, a moça é levada até o chão pela plataforma, mas antes que ela conseguisse sair de cima, o cobrador sobe a plataforma, que prende na cadeira da pobre moça, levantando ela por cerca de 1,5 metros do chão, até que a cadeira escorrega e lança a moça para o asfalto.

Pode parecer pouca altura para nós, mas para ela que nao tem força nas pernas nem nos braços para amortecer a queda é altura o suficiente para cair com a cabeça no chão.

Resultado, ela ficou descordada por alguns instantes, e teve uma fratura no pé.

Não quero culpar ninguem pelo ocorrido.

Mas se os onibus de nossa cidade fossem preparados para receber deficientes fisicos, isso poderia ser evitado.
Graças a Deus não aconteceu o pior, mas sei que não foi a primeira e tenho certeza que não sera a ultima vez que esse tipo de coisa vai acontecer.

ISSO È UM DESCASO com a população. Imagine isso acontecer com um turista de nossa cidade??!!!!

VERGONHA!!!!

enquanto estamos enchendo os caixas das empresas que querem mais é ver os onibus lotados, temos que conviver com essas situações!.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região