quarta-feira, 12 de maio de 2010

Entidades de Foz divulgam, Nota sobre Filme na Fronteira

Divulgo Nota oficial de autoridades e lideranças de Foz do Iguaçu sobre filme na fornteira. Setor teme que filme reafirme o estigma ou de centro mundial de terrorismo. NOTA OFICIAL

A respeito das filmagens de "Triple Frontier" (Tríplice Fronteira), o novo filme da cineasta Kathryn Bigelow, as entidades abaixo relacionadas, que representam o setor turístico de Foz do Iguaçu, vêm a público divulgar a seguinte Nota Oficial:
Até o momento, não houve nenhum contato oficial ou extra-oficial sobre a produção do filme. As únicas informações de que dispomos sobre o roteiro são as veiculadas na imprensa.

Pelo que sabemos, "Triple Frontier" será um filme de ficção, a ser realizado, provavelmente, em estúdio, com montagem cenográfica, sem qualquer vínculo real com a nossa cidade e região.

No entanto, estamos dispostos a conversar, conhecer melhor os detalhes do roteiro, entender o porquê da temática do filme e as razões da escolha da região.

De antemão, podemos garantir que não permitiremos, sem o nosso prévio consentimento – e isso vale para "Triple Frontier" ou qualquer outra obra cinematográfica –, o uso de qualquer imagem relacionada aos nossos atrativos turísticos, especialmente das Cataratas do Iguaçu e da Itaipu Binacional, no filme.

A liberação de qualquer imagem turística, bem como a permissão para filmagem de qualquer cena na cidade de Foz do Iguaçu, só será autorizada após leitura e aprovação do roteiro e o pagamento dos direitos de uso de imagem.

Sobre a suposta temática do filme, acreditamos que não há elementos concretos para se afirmar qualquer conexão de empresários, entidades ou pessoas de ascendência árabe da fronteira com o financiamento de grupos terroristas islâmicos. Steven Monblatt, secretário do Comitê Interamericano Contra o Terrorismo, da Organização dos Estados Americanos (OEA), disse, reiteradas vezes, inclusive numa visita pessoal a Foz do Iguaçu, que não há provas dessa vinculação.

As entidades que representam o turismo regional exigem que os governos brasileiro, argentino e paraguaio cobrem, por meio de notas diplomáticas, desmentido formal do Departamento de Estado dos Estados Unidos e da Organização dos Estados Americanos sobre essas acusações infundadas que há muito tempo contribuem para a desinformação, causando ofuscamento e danos irreparáveis para a imagem do Destino Iguaçu no Brasil e em todo o mundo.

Subscrevem este documento:
Felipe Gonzalez (Secretário de Turismo)
Camilo Rorato (Pres.Iguassu Convention Bureau)
Newton Paulo Angeli (COMTUR)
Gilmar Piolla Comunicação Itaipu / Fundo Iguaçu)
Elizangela de Paula Kuhn (Ass.Comercial - Acifi)
Carlos Antonio da Silva (SindiHotéis)
Mauro Sebastiany (Abih)
Fernando Valente (Abav)
Plínio Ricardo Scappini (Sindetur)
Júlio César Rodrigues (Atrifi)
Wilson Osmar Martin (SInd. Empregados Hotéis - SECHSFI)
Faissal Saleh Instituto Polo Iguassu)
Rosilene Medeiros (sindicato Guias de Turismo)
Nilton Noel da Rocha (Sindicato Taxistas)
Carlos Nascimento (Sindicato do Comércio)
Jacobo Schneider (Ageturfi)

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região