sábado, 5 de junho de 2010

Rachel Corrie voltou e Israel tremeu!

"Nós não estamos mais defendendo Israel. Nós estamos agora defendendo o bloqueio. O bloqueio por si só está se tornando o Vietnam de Israel.” Bradley Burston, colunista do jornal Ha'aretz de Israel.

Em todo o mundo se registrou protestos contra o ataque das Forças de Defesa Israelenses (FDI) contra a "flotilla" (frota) que trazia ativistas humanitários para a Faixa de Gaza e
Foz do Iguaçu que tem 400 palestinos entre outros milhares de árabes de outras nacionalidades não foi exceção (foto da Gazeta do Iguaçu). Gaza vive um bloqueio que já dura três anos e a crise humanitária lá é grande. Ontem, mais um navio de protesto foi abordado pela FDI, desta vez sem encrenca. Mas, o bloqueio não foi furado. O navio foi levado para um porto de Israel onde as autoridades já devem estar interrogando os passageiros para deportat. O navio irlandês se chama Rachel Corrie (1979 - 2008). Rachel é o nome da moça americana (acima) que morreu sob os pneus de um trator da FDI tentando evitar que se derrubasse casas de palestinos em Gaza. A volta do navio foi como a volta do "espírito" de Corrie. De repente ela veio junto. A frase com que abro a postagem é de um jornalista judeu: é a defesa de Israel ou a defesa do bloqueio? É hora de levantar o bloqueio e cortar pela metade ou mais o machismo das lideranças de todos os lados envolvidos. O bloqueio de Gaza é mantido pelo Egito também. O povo paga, como sempre!

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região