terça-feira, 24 de agosto de 2010

Casas de Foz do Iguaçu: o tempo passa e a paisagem muda

O que mais me fascinou no Paraná, enquanto o ônibus da Pluma que me trazia de São Paulo para Assunção atravessava o estado eram as araucárias em vários locais e as casas de madeira pintadas de cores vivas - certo tom de azul, verde escuro, marrom com portas e janelas brancas. Ou cores claras com portas marrons, azuis, verdes. As casas de madeiras eram coisas difíceis de imaginar para quem nasceu e cresceu no Nordeste. A madeira do Nordeste foi extinta há tempo. Minhas casas nativas eram feitas de taipa -tanto no bairro da Ponta Grossa em Maceió como a casa de meu avô na Rua Pernambuco Novo em Coruripe. Mais tarde, quando me fixei tão fixadamente quanto possível em Foz do Iguaçu, as casas de madeiras passaram a ser objetos de minha veneração. E o piso das casas de madeira? Também de madeira, brilhantes à força de cera e enceradeiras. Havia uns tons avermelhados e brilhosos. Outros amarelados. Outros sem cor - mas um espelho. As casas eram pequenas. O telhado era de zinco corrugado. Esquentava muito. Mas era gostoso ficar sob ele em tempos de chuva. Mas havia muita telha de barro nos bairros mais "urbanos". Me parece que as casas crescem com o pasar do tempo.
Algumas famílias já tinham casas de madeira grandes. Como esta aqui na imagem ao lado. Verdadeiros palácios, símbolos de sucesso. Muitas delas resistem heroicamente e eu ando fotografando pois a cada dia, percebo, casas somem e no terreno aparecem casas maiores, prédios e a Foz das casinhas de madeira tão bem cuidadas desaperecm. E a Vila A?
A complexa Vila A tinha áreas onde predominavam casas de madeira já inspiradas em um modelo de construção que não era o nativo do Oeste do Paraná. Quadras inteiras pareciam opulentas com suas casas chiques de madeira. Destaque especial para os muros simbólicos, baixinhos. Tão baixinhos que se o portão estivesse emperrado se podia traquilamente passar por cima. Mas ninguém fazia ou faria isso. A Vila A passa por uma revolução. Tudo está mudando. A mudança começou há algum tempo e suavemente. Como nesta foto onde o muro foi levantado - quer dizer - ganhou uma grade. Porém ainda dá para se ter uma idéia de como era o muro antes da necessidade de se ter uma grade com uma cerca elétrica no topo dela. Esta outra casa de madeira pode ser contemporânea das casas da Vila A mas possuem outro estilo. Houve uma época em que se vendeu muitas delas. A madeira era trabalhada, algumas peças eram torneadas e eram completa ou parcialmente prefabricadas.

Todas as fotos by 'bairronauta' - clique sobre as fotos para ampliar!

Um comentário:

thayspetters disse...

Foi-se o tempo das casas bonitas sem portão na Vila A.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região