sábado, 18 de janeiro de 2014

Blog de Foz no litoral de Santa Catarina: Portos, coisas navais, turismo e logística

Prédios estão em Navegantes na margem direita de quem sobe o rio Itajaí-Açu. 
Esta postagem é parte da série sobre Santa Catarina, o Estado brasileiro logo ao sul do estado onde moro – Paraná. As fotos nesta postagem foram tiradas à margens do rio Itajaí-Açu. S você tem, afinidade com a língua guarani ou tupi ou ainda vivência toponímica brasileira você saberá que onde há alguma coisa que termina com “Açú” ou “Guaçu”  tem que haver outra chamada mirim ou mini. Itajaí-Açu significa Itajaí-Grande, a cidade catarinense chamada Itajaí também tem o rio rio Itajaí Mirim ou Itajaí Pequeno. Vou tentar empurrar um foto dele neste trabalho. Não é vergonha para me dizer que eu não tinha idéia que o porto de Itajaí fica a em um rio. Foi uma surpresa. O Porto de Itajaí – ou melhor o Complexo Portuário do Itajaí é um projeto enorme. Na verdade é um complexo portuário que incluem o Porto Público e a APMTerminals Itajaí;  a Portonave  S/A - Terminais Portuários de Navegantes; o  Terminal Portuário Braskarne; o Trocadeiro Terminal Portuário  Poly Terminal S/A e  o Teporti Terminal Portuário Itajaí S/A. O porto conta ainda com o Terminal ou Pier Turístico de Itajaí onde atracam os navios internacionais de cruzeiro. Um dia, nesta curta visita ao estado vizinho, estava no Mercado Público quando escutei o som do “apito” de um navio. Como morei toda a vida infanto-juvenil próximo a um porto, o de Maceió, sinto nas veias o apito de um navio. Era o MSC Seattle com matrícula de Monróvia, Libéria, na África entrando no poero, subindo o rio. 
MSC Seattle registrado em Moróvia, Libéria, África - Clique na foto para vê-la em tamanho grande e enxergar a bandeira
Os donos reais do navio podem ser de qualquer nacionalidade e país. Monróvia é um dos portos de registro de conveniência – ou seja esperteza para diminuir os encargos trabalhistas dos “companheiros” embarcados. O MSC Seattle que homenageia a cidade americana de Seattle, é um navio específico para o transporte de “containers”. Em 2006 o container completou 50 anos de existência. Ele é criação do cérebro empreendedor do Malcolm McLean, (um caminhoneiro norte-americano transformado em transportador mundial.  Diz-se que ele foi responsável pela “containerização” do mundo). O complexo Portuário de Itajaí recebeu em 2013 mais de um milhão de TEUS. TEUS o quê? TEUS é uma unidade de medida e representa Twenty-foot Equivalent Unit – ou seja uma unidade de container ou conteiner de 20 pés ou seja um pouco mais de seis metros. Assim um TEU é um contêiner de 20 pés de cumprimento. Há conteiners de 20. 40 e 45 pés e divididos ainda em diferentes finalidades entre eles o container refrigerado – aqueles que levam frango e carne brasileira para o mundo, por exemplo.  Recomendo esta matéria da VEJA sobre o assunto. Ao mobilizar 1.07 milhão de TEUS, Itajaí manipulou quase 11 milhões de toneladas de carga. Mesmo assim ouvi reclamação de que o porto estaria ficando pequeno para os novos membros da família de navios gigantes.
MSC Seattle passa pelo Terminal Turístico de Itajaí para Navios de Cruzeiro - estrutura com arco amarelo à esquerda
Clique na foto onde aparece a popa (traseira) do navio para ter uma idéia do arranjo dos containers ver a bandeirinha da velha Libéria, tremulando pelos mares do mundo embora eu não siba se isso é bom ou ruim para o liberiano. Como o Complexo Portuário de Itajaí-Navegantes fica no rio Itajaí creio que é bom lembrar do rio. O porto fica a cerca de três quilômetros do encontro do Itajaizão (Itajai-Açu) com o mar aberto.  Coloquei fotos que mostra a entrada do canal para as grandes embarcações. É uma vista gratificante ver um monstro do mar entrando continente acima e adentro por um canal tão estrito – digo que o Itajaí-Açu é um rio mirim porque conheço tanto a entrada para o Rio Paraná via Rio de La Plata como a entrada para o rei dos rios e não me venham com conversa o Amazonas.  
Nada melhor do que parar e ver o navio passar 
Espaço Público privilegiado entrada e saída dos portos de Itajaí e Navegantes
Rio Itajaí-Açu se encontra com mar. Faróis nas duas extremidades indicam o canal  
Peço licença para mandar dois recados aos moradores de Itajaí: entre 31 de Janeiro e  3 de fevereiro, Navio de Desembarques de Carros de Combate Garcia D’Avila (G29), o NDCC Garcia D’Avila estará no Porto de Itajaí aberto à visitação. Ele participa da Operação Aspirantex 2014 entre o Rio de Janeiro e Mar del Plata, Argentina. E já que falei em Argentina que minha vizinha, inha cama está localizada a menos de oito quilômetros da fronteira, lembro aos moradores de Itajaí e Navegantes que a regata Velas Latino-America 2014 dará a largada em Itajaí e percorrerá a América Latina até o México. A regata estará em Itajaí e também aberta à visitação entre os dias 11 e 16 de fevereiro. Os barcos utilizados serão unicamente veleiros escolas das marinhas convidadas. Pelo Brasil participará o Cisne Branco.  Participarão ainda Chile, Equador, Colômbia e Venezuela. A promoção, iniciativa é da Marinha (Armada Argentina).

Um comentário:

Anônimo disse...

Maceió,29 de junho de 2014

Não Jackson,não é bom para o liberiano o registro de navios estrangeiros na Libéria.Eles lá são muito pobres.A fome lá é algo terrível,pois quase 100%dos liberianos não tem emprego.E quase 100%não sabem ler.Eles brigam muito entre si.Eu JAMAIS porei os meus pés lá.

Adriel Batista Corrreia de Melo

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região