terça-feira, 13 de maio de 2014

Multiplicidade religiosa de Foz do Iguaçu e a diversidade cultural da cidade

Este artigo apareceu originalmente na Gazeta do Iguaçu em edição especial 
Multiplicidade religiosa de Foz enriquece diversidade cultural
Cristãos, muçulmanos, budistas e outras religiões estão presentes na 
Terra das Cataratas 

Jackson Lima

Foz do Iguaçu se encontra no mapa mundial dos viajantes por vários motivos. O primeiro, as Cataratas do Iguaçu seguida por várias atrações de peso. É o caso da Itaipu Binacional, do Comércio de produtos estrangeiros em Ciudad del Este, do Parque das Aves, da Argentina, das possibilidades de conexões para capitais sul-americanas como Buenos Aires, Assunção, Santiago e Lima. Mas isso está pouco a pouco mudando e novas percepções estão sendo criadas. Uma delas é a multiplicidade religiosa representada pela presença de lugares de encontro para budistas, islâmicos e cristãos entre outros. Segue uma lista básica dos templos e instituições na cidade.

Católicos – A Diocese de Foz do Iguaçu é por formada por 26 paróquias em Foz do Iguaçu e municípios vizinhos. A Paróquia São João Batista, no centro, é a Igreja Matriz dedicada à São João Batista. A Catedral diocesana é a Nossa Senhora de Guadalupe. A Catedral N.S.de Guadalupe se prepara para receber uma nova igreja que já aparece no horizonte com uma obra muito bonita. A Igreja Matriz também se encontra em reformas.

Católica Brasileira - a Igreja Católica Apostólica Brasileira também está presente em Foz do Iguaçu com uma Igreja na Vila Yolanda. Católica Ucraniana - A Igreja Grego-Católica Ucraniana Nossa Senhora do Amparo foi inaugurada em 2010 e está localizada no Jardim Cristina na região da Vila A de Itaipu. A cúpula da Igreja já é visível a partir do Trevo do CTG Charrua. A igreja de rito bizantino teve início em Foz do Iguaçu, originalmente, em espaços cedidos pela Igreja Católica Romana. A comunidade ucraniana é pequena mas ativa com aulas de folclore, língua e cultura ucraniana. Há missa no primeiro domingo de cada mês. Antes da construção e inauguração 
da Igreja Nossa Senhora do Amparo, os encontros e missas no rito bizantino eram realizados em espaços cedidos pela Igreja Católica Romana no Parque Presidente e região do bairro Três Bandeiras em Foz do Iguaçu. 

Protestantes – Com algumas exceções, a maioria das 
denominações protestantes cristãs estão presentes em Foz do Iguaçu. Uma 
exceção é o Exército da Salvação. Estão representadas as principais denominações cristãs tradicionais, pentecostais, neopentecostais e as restauracionistas.

Entre as tradicionais, aquelas que se originaram próxima da época da reforma protestante, Foz congrega: batistas (1609), presbiterianos (1517), luteranos (1524), metodistas (1740),Episcopalianos-anglicanos (1558).

Entre as pentecostais – fundadas entre 1906 e 1910 nos Estados 
Unidos estão representadas em Foz a Assembleia de Deus (1911), Congregação Cristã no Brasil (1910), Igreja do Evangelho Quadrangular (1950), Brasil para Cristo (1955) e Deus é Amor (1955). A Assembleia de Deus está em Foz do Iguaçu desde 1956 e tem mais de 15 mil membros espalhados por toda a cidade. O templo central da Igreja fica na Rua Quintino Bocaiuva, Centro. 

Já entre as neopentescostais – as que começaram a ser fundadas 
aproximadamente 60 anos após os pentecostais, Foz do Iguaçu conta com a presença da Igreja Universal do Reino de Deus (1977), a Igreja Internacional da Graça de Deus (1980), a Igreja Renascer em Cristo (1986), a Igreja Mundial do Poder de Deus (1998 ), a Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra (1992 ), Comunidade Cristã Rhema (1984), Comunidade da Graça (1979) Igreja Cristã Maná (1984) entre outras.

As denominações cristãs que aparecem na lista como restauracionistas são representadas em Foz do Iguaçu pelas Testemunhas de Jeová, Adventistas e a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, conhecida também como Igreja Mórmon. As três partem da ideia de que sua fundação significou a restauração da doutrina cristã. Foz do Iguaçu conta com igrejas, capelas ou salões do reino em todas as regiões da cidade. 

Espíritas - O primeiro Centro Espírita de Foz do Iguaçu, o Centro Espírita Paz, Amor e Caridade (CEPAC) da Rua Quintino Bocaiuva, no Centro, foi fundado em 1922 e caminha para o seu primeiro centenário. Além do CEPAC, há pelo menos mais seis centros.

Anglicanos - Foz do Iguaçu também tem representantes da comunidade anglicana mundial. Foz do Iguaçu é sede da Paróquia Santo Agostinho de Cantuária da Igreja Episcopal Anglicana. A Comunidade anglicana em Foz do Iguaçu é pequena mas ativa. Também conhecida como a Igreja da Inglaterra, a Igreja Anglicana é a terceira maior comunhão cristã depois da Igreja Católica Romana e das Igrejas Ortodoxas Orientais. A missa acontece domingo pela manhã. Santo Agostinho de Cantuária viveu no século VI e 
foi enviado pelo papa Gregório Magno em 597 para evangelizar a Inglaterra. Em Foz do Iguaçu a Paróquia Anglicana fica na Rua Mauricio Resende Rodrigues, 143. Acesso pela Rua Rosa Cirilo de Castro. A Igreja fica atrás da TV Cataratas em sua uma rua sem saída. 

Religiões Afro-brasileiras - Não há números oficiais sobre a quantidade de seguidores de religiões afro-brasileiras em Foz do Iguaçu. A comunidade é atuante e se encontra espalhada por toda a cidade. A duas vertentes principais são o candomblé, a maioria e umbanda. Em Foz existem muitos centros de candomblé que "tocam umbanda" em dias especiais. Entre as principais casas ou templos Ile Asé Oju Ogun Funmilayo dirigido pela Mãe Marina Tunirê no Morumbi I; o Ilê Alakétu Ijobá Asé dirigido pela Mãe Edna de Baru no Jardim Canadá; O Ilé Asé Iga Odé supervisionado pela Mãe Amanda no Porto Meira e o Templo de Oxum da Mãe Jô no Jardim Panorama. 

Há um entendimento de que o candomblé é uma religião africana. O 
culto gira em torno dos Orixás africanos. As cerimônias acontecem com cantos em idioma iorubá. Já a Umbanda é considerada uma religião brasileira e incorpora elementos cristãos, africanos, espíritas, indígenas, e outras 
comunidades e grupos humanos no extra-físico (na outra dimensão) como crianças, mulheres, idosos, profissões, etnias ciganos, povos do oriente, malandros, etc. Os cantos (pontos) de umbanda, são cantados em português. Um lugar exclusivo de umbanda é a Tenda Luz de Oxalá no Beverly Falls Park. 

Religiões japonesas - A Terra das Cataratas conta com a presença de quatro representantes das religiões japonesas: Seicho no IeIgreja Messiânica Mundial, Sokka Gakai com origem no budismo Nitiren e Igreja Tenrikyo. Desde 1 de junho deste ano, a Tenrikyo Foz do Iguaçu deixa de ser centro de divulgação para se tornar uma Igreja.

Budistas - O templo Budista da ORBI (Ordem Budista Internacional de Foz do Iguaçu está localizado no Jardim Califórnia, região Norte de Foz do Iguaçu. O passeio pode ser feito na ida ou na volta da visita ao Complexo Turístico de Itaipu. O acesso ao templo é pela Rua Ângela Aparecida Andrade à esquerda da Avenida Tancredo Neves, sentido Centro-Itaipu. O templo da ORBI não está empenhado em arrebanhar novos seguidores. É um templo criado para atender as necessidades de budistas, a maioria chineses que moram nas Três 
Fronteiras. É um templo de língua chinesa por isso não tem nenhum programa de divulgação para as línguas locais ou seja português ou espanhol. A visita ao tempo permitirá ver inúmeras estatuas. Uma das principais é do Buda Mi la Pu-san. A maioria são estátuas de Bodhisattvas como duas que representam  Kwan Yin a Deus da Compaixão. Na estátua de Kwan Yin, o visitante verá e poderá recitar o mantra dela: Kwan Shih Yin Pusan em chinês ou Om Mani Padme Hum em tibetano mas de amplo conhecimento mundial.

Muçulmanos - A Mesquita Branca ou Mesquita Omar Ibn Al-Khattabna Rua Meca, Jardim Central Pode ser vista de vários pontos da cidade. Segundo divulgação feita pela Secretaria de Turismo de Foz do Iguaçu, o Jardim central será um dos primeiros bairros temáticos de Foz do Iguaçu baseado no tema “etnia”. A visitação à mesquita está organizada e um centro de recepção de visitantes está sendo construído. Os visitantes são bem-vindos. Para entrar na Mesquita é necessário tirar os sapatos. O recinto sagrado não pode ser visitado de bermudas ou calças curtas. As visitantes femininas recebem um 
véu para fazer a visita. Há monitores que explicam sobre a religião, o Livro  Sagrado e outros assuntos de interesse. É necessário agendar pelo telefone (45) 3025-1123. É possível também visitar a segunda mesquita de Foz do Iguaçu, a Mesquita Husseiniya (Xiita) na Avenida José Maria de Brito mas é necessário agendamento com muita anterioridade. 

CEAEC – O Centro de Saltos Estudos da Conscioenciologia é uma dos grandes atrativos de Foz do Iguaçu. O centro se dedica ao estuda da autopesquisa multidimensional a partir de um novo paradigma científico. Fundado por Waldo Viera que atuou no espiritismo por vários anos, o CEAEC reúne e ajudou a desenvolver mais de 100 novas ciências além de organizações baseadas no estudo conscienciológico ou centrado na consciência. Vale a pena ver a 
Holoteca e o Tertuliarium do CEAEC. 

Fotos / 写真 

(Buda Mi La Pu-san)

Igreja Ucraniana: cúpula dourada se destaca na paisagem do bairro 

Igreja da Inglaterra tem paróquia em Foz

(Anglicanos) Paróquia Santo Agostinho de Cantuária em Foz

Candomblé – Saída de Iaô em Foz: nascimento de um novo membro 

/ Festa de Obaluayê na 

Catedral Nossa Senhora de Guadalupe

São João Batista

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região