domingo, 4 de maio de 2014

O Destino Iguaçu com cedilha - Caiu a ficha?

Abaixo compartilho um editorial escrito para a Gazeta do Iguaçu 

Divulgação oficial da ESPN das cidades que receberam os X-Games: Iguaçu com cedilha

Parabéns aos integrantes da Gestão Integrada do Turismo de Foz do Iguaçu e empresários que se reuniram nesta quarta-feira, 26, no Conselho Municipal de Turismo (Comtur), para discutir o planejamento de marketing do Destino Iguaçu. Até aí, uma reunião de praxe centrada em assuntos técnicos de planejamento. O que vale destacar na reunião, segundo nota oficial divulgada, foi uma  discussão sobre a utilização da palavra “Iguaçu”, com cedilha, em todas as publicações que utilizem alfabetos derivados do latim: espanhol, inglês, alemão entre centenas de outros.  Segundo a nota, o grupo reunido decidiu “assumir a grafia –  com o uso de cedilha – e fortalecer o nome (oficial) da cidade como destino Foz do Iguaçu e não traduzi-la nos textos publicitários”. 
           
Uma das discussões foi sobre a utilização da palavra “Iguaçu” para “assumi-la com o uso de cedilha e fortalecer o nome da cidade como destino Foz do Iguaçu e não traduzi-la nos textos publicitários”. No encontro, o superintendente de comunicação social da Itaipu Binacional e presidente do Fundo Iguaçu, Gilmar Piolla reconheceu:

“Temos um problema de posicionamento no mercado internacional, e o entendimento é que temos que nos assumir como Foz do Iguaçu; Foz do Iguaçu Destino do Mundo permanece, e vamos evoluindo”, disse.

A publicação no jornal
Parabéns. Ainda está relativamente presente na memória iguaçuense a batalha sobre a proposta de mudar a grafia da cidade, de “Foz do Iguaçu” para “Foz do Iguassu” para facilitar a leitura para os estrangeiros. Não é necessário. Mais fresca ainda, é a memória do jogos X-Games realizados em Foz do Iguaçu divulgado globalmente pela ESPN e imprensa mundial com a grafia “com cedilha”: X-Games Foz do Iguaçu 2013.

A palavra Iguaçu é rica em grafias. Nas Três Fronteiras temos Iguaçu (Brasil) Yguazu (Paraguai), Iguazú (Argentina). No caso de Foz do Iguaçu temos outro agravante. É a palavra “Foz” que todos sabemos refere-se à “foz” de um rio. Devido à sua semelhança sonora com a palavra “Falls” (Cataratas em inglês), há uma tendência de achar que Foz signifique “Cataratas”. Foz do Iguaçu e Iguaçu Falls parecem ser sinônimos em inglês até porque nos Estados Unidos Niagara Falls é tanto o nome de uma cidade como o das Cataratas.

É mais difícil ainda criar um material de divulgação sobre “Foz do Iguaçu – onde estão as Cataratas do Iguaçu” em alguns idiomas que não usam o alfabeto latino. É o caso, por exemplo, do coreano. Nos jornais e publicações coreanas, a seleção daquele país estará treinando em Iguasu Po-Po (이과수 폭포) que significa Cataratas do Iguaçu. É como se o nome de Foz do Iguaçu fosse “Cataratas do Iguaçu City”. Isso não significa que não se possa trabalhar para a ajudar a divulgar a “transliteração” do nome da cidade que em coreano é Posu do Iguasu (포스 이구아). O mesmo já acontece em japonês onde se diferencia entre Iguasu no Taki (Cataratas do Iguaçu) e Fosu do Iguasu (フォス イグアス), a nossa cidade.

 

Saber diferenciar entre Cataratas do Iguaçu e Foz do Iguaçu significa permitir ao turista saber que as Cataratas do Iguaçu não estão no meio de uma selva tropical longe de cidade alguma, mas sim a minutos de uma cidade alegre, especial, com quase 300 mil habitantes que é também diversa e culta. Um convite a uma exploração mais detalhada. 

 

 

 

       

    

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região