terça-feira, 7 de abril de 2015

Artesanato paraguaio em CDE

Feirinha de artesanato em CDE durante o aniversário da cidade em 2015





Palmeira feita em ferro e zinco com  frutos ...
Adicionar legenda
O Paraguai não é o menor país do mundo. Tem 406 mil e 752 quilômetros quadrados o que faz dele o 59º país em área do mundo. E mesmo assim quando se fala em Paraguai boa parte dos brasileiros pensam no "microcentro" de Ciudad del Este. Microcentro é um pedacinho do centro. Famoso por ter uma concentração de lojas e vendedores de produtos importados, o microcentro faz o brasileiro não saber da existência do restante da cidade. do país e de seu produtos. Isso é ruim para todos. O Paraguai é dividido em 17 departamentos uma unidade semelhante a "estado" nosso. Ciudad del Este está no Departamento do Alto Paraná. Na longa praça no canteiro central da Avenida Alejo Garcia - antiga pista do Aeroporto se organiza em momentos especiais pequenas feiras de artesanatos, móveis rústicos e utensílios domésticos artesanais.  


Riqueza de cuias e bombas de mate / chimarrão / terere
"Cuidado com o pombero"
O Pombero - A penúltima foto mostra uma pequena coleção de 'pomberos' - um dos espíritos da floresta da mitologia guarani e muito espalhado no Paraguai. Na prática, os pais, mães e avós paraguaios podem considerar o pombero como um parceiro. Não é difícil escutar alguém dizendo às crinaçs que querem se embrenhar no mato: "Cuidado com o pombero". Um sinal para saber que o pombero está por perto é o canto de um pássaro. Pode não ser um pássaro. Por isso ele é considerado  protetor dos pássaros especialmente dos pássaros que estão na mira de estiligues de crianças traquinas. Um detalhe do pombero é seu pênis avantajado embora ele perca para o pênis do kurupi que dá várias voltas na cintura quando enrolado. O Kurupi na selva amazônica é chamado de curupira. Tem características diferentes do kurupi paraguaio. O pombero é da família do Saci Pererê que no Paraguai ´[e chjamadpo de Yacy Yateré.  Se a gente tivesse um pombero e um kurupi nas florestas do Parque Nacional do Iguaçu duvido que as araras vermelhas tivessem sido extintas. O kurupi iria dar um susuto nos caçadores. No Amazonas, mais precisamente, nas margens do igarapé Urumutum, um "curupira" soporu no meu cangote. Me arrepiei todo. Eu planejava cortar uma 'paxiuba' (Socratea exorrhiza) para fazer o assoalho de meu tapiri. Daí escutei o canto de um cricrió ou frifrió  (Lipaugus vociferans) seguido por pelo lamento de um urutau (Nyctibius griseus). 

Um comentário:

Giovani disse...

Olá amigo...sabe me dizer em que datas acontecem essas feiras?

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região