quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Marco das Três Fronteiras Brasil, o "novo point" do por do sol


Um drink e um petisco com vista para Três Países, Dois Rios e um Sol
Atenção aventureiros, viajantes e turistas que acompanham o Blog de Foz! No último sábado visitei o Templo Budista Chen Tien de Foz do Iguaçu para atualizar umas fotos para a postagem-guia sobre o templo. Maravilhoso como sempre.  Pelo menos dez pessoas embarcaram no Ônibus da Linha 103 do TTU para o Porto Belo via Ponte da Amizade no bairro Vila Portes que também ganhou uma postagem-guia. Fiz as fotos que necessitava, me energizei no espaço e em seguida me dirigi ao ponto de ônibus para ir ao Marco das Três Fronteiras no outro extremo da cidade. Depois de uma pequena espera, uns 20 minutos, o ônibus chegou eu e mais outras dez pessoas embarcamos no ônibus. Perguntei ao cobrador qual ônibus ia para o Marco das Três Fronteiras. "Esse mesmo" respondeu. Isso não estava muito claro na minha cabeça e me preparei para a viagem. 


O ônibus segue uma rota normal para a maioria dos ônibus até a Vila Yolanda na esquina da Avenida das Cataratas com a agradável Avenida Iguaçu. A partir daí começa outra aventura. O ônibus entra na Vila Adriana, próximo de onde está o Horto Florestal e segue pelas ruas interiores de vários bairros que fazem o conglomerado chamado Porto Meira. Achei interessante e gostei que o ônibus passou por um bom números de ruais onde até hoje existe gente trocando, mantendo ou refazendo os telhados. Chama a atenção que todo o bairro esteja de telhados novos. Toda esta área foi atingida pela tempestade de granizo que caiu sobre a cidade no dia 7 de Setembro de 2015. Só dois passageiros que estavam no templo foram até o fim da linha. Eu notava que os passageiros, um casal, tinham uma carinha de susto. Esse ônibus vai mesmo para o Marco das Três Fronteiras? - perguntou a mulher. Depois de muita rodada, o ônibus retorna à Avenida General Meira para em seguida sair dela e entrar na área do Marco das Três Fronteiras. O ônibus parou em um terreno ainda baldio, por causa das obras de adequação. À tarde, antes de voltar, o ônibus já estava mais próximo do complexo do Marco. Uma das pessoas, u morador de Foz, disse que para os turistas a linha de ônibus deveria ser mais curta e se manter na área de asfalto na Avenida. Anotei. Para mim a aventura estava prefeita. Bom uma vez no marco, me sentei no Boteco Cabeza de Vaca - para um drink que eu chamei no blog inglês, irmão deste de "drink with a view" - lembrando do filme "room with a view" com uma porção de mandioca especial. Não consegui sair do Marco das Três Fronteiras antes das 21h.  
Por do sol e o Marco do Paraguai

O motivo é que foi chegando gente. Primeiro o Wemerson, o Ceará, assessor de imprensa do grupo empresarial; Antônio Gil de Farias, da família que operava a lojinha de artesanato no Marco, Adélio Demeterko, da gerência da empresa concessionária. Conversamos muito sobre a o Marco, a História, o ambiente que está conquistando pessoas e transformando o espaço em um lugar de lazer e descanso. Destaque para quem busca o por do sol. Residentes de Foz do Iguaçu já chegam em família, de carro, bicicleta e praticando esportes.      

Ônibus Marco das Três Fronteiras - Templo Budista
Parada para um descanso merecido
O ônibus que se vê acima é o 103 Marco das Três Fronteiras - Templo Budista. Ele está no ponto final do Marco das Três Fronteiras. Do lugar onde ele está, há uma caminhada de uns 20 metros até o Centro de Visitantes do Marco das Três Fronteiras. A empresa concessionária está conversando com o Foztrans - órgão oficial de transportes e trânsito de Foz para fazer melhorias no ponto final do ônibus. Esta é uma linha difícil. O ponto final dele era na beira da Avenida General Meira onde não há estrutura como banheiro, água e similares. Como a linha é circular, não há ponto final na outra ponta quer dizer no Porto Belo. A saída é uma pequena parada no TTU, mas isso depende do horário do ônibus. Com  a revitalização da região ao redor do Marco das Três Fronteiras isso vai mudar. 

 
Turistas caminham pela Rua Josivalter Vilanova em direção à entrada do templo

Turistas já adentram a propriedade do Templo: turistas andam de ônibus, sim.

O Turismo de Foz do Iguaçu oferece diferentes oportunidades e meios de ver os lugares-atrativos. Há centenas de empresas de turismo, há um City Tour em ônibus double-deck que visita os lugares turísticos; há táxis e há também o transporte coletivo local. As autoridades e o empresariado do transporte público não pode duvidar que o turista não utilize o serviço de ônibus usado pelos moradores. As duas fotos acima mostram turistas que acabam de descer do ônibus Marco das Três Fronteiras - TTU - Ponte - Templo Budista e caminham em direção ao templo. A foto de baixo mostra os turistas já passando pelo portão de entrada. A condição dos pontos de ônibus mais próximos utilizados pelos turistas e moradores é precária. É urgente que as autoridades melhorem os equipamentos de ponto de ônibus na região que é parte do Corredor Turístico da cidade. Deem uma olhada lá!  

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região