quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Show do Rafain em Foz declarado de Interesse Nacional pelo Congresso do Paraguai


A imagem acima é de uma "matéria" minha na A Gazeta do Iguaçu, jornal diário de Foz do Iguaçu. O assunto em questão foi o reconhecimento do Congresso Nacional do Paraguai de que o Show Latino-Americano da Churrascaria  Rafain em Foz do Iguaçu que apresenta números do folclore e cultura da Argentina, Brasil, Paraguai, Bolívia, México é de interesse Cultura da República do Paraguai.  Pelo menos é o que diz o certificado que o empresário Nevio Rafagnin tem em mãos e mostra ao reporter do Canal 10. O reconhecimento foi fruto do Decreto 529 aprovado por unanimidade pelos deputados do Paraguai. O autor do decreto foi o deputado Carlos Portillo do Partido Liberal pelo Departamento do Alto Paraná.  

O deputado contou que não acreditou que era possível ver apresentação de música e dança paraguaia em um show do país vizinho. "Algo que está difícil de ver até no Paraguai", disse. A parte paraguaia do show inclui a dança das garrafas (danza de las botellas), guarânias, polca, com acompanhamento de harpa e violão.  


O texto que segue abaixo é de Cristina Goulart / Cannal Comunicação e foi parte do convite para a entrega do reconhecimento: 


Como tudo começou

Esta história de amor e admiração pela cultura paraguaia começou há 57 anos, quando o patriarca da família Rafagnin, Olímpio Rafagnin, visitou o Paraguai e assistiu a apresentações de guarânias e ficou encantando. Naquele momento, despertou a vontade de trazer para Foz do Iguaçu o espetáculo e implantá-lo na empresa da família. Hoje o quadro artístico paraguaio apresenta danças e guarânias; como Pájaro Chogui, Galopera e a famosa dança das garrafas, ao som de harpa paraguaia e violão.


O Show Latino tem a duração de, aproximadamente, 1h30, apresentado de segunda a sábado, sempre a partir das 20h30. Além da dança paraguaia, tem quadros folclóricos da América do Sul,  América Central e do Caribe. Segundo a direção da Churrascaria Rafain, numa só noite, em certa ocasião o espetáculo foi assistido por cerca de 138 nacionalidades.



A história e a atualidade


Dança das Garrafas na festa de entrega do reconhecimento
O patriarca Olímpio Rafagnin chegou à cidade, Foz do Iguaçu, em 1959, e a primeira empresa da família foi um pequeno refeitório e hospedaria, com o objetivo de atender motoristas que traziam cargas de madeira para a exportação. A primeira empresa foi construída, onde hoje encontra-se o shopping, na Avenida Costa e Silva. Logo depois, veio a primeira churrascaria, na Rua Almirante Barroso, feita com sapê e revestido de costaneiras das madeiras e ganhou o nome de “Churrascaria dos Pampas”. Foi neste estabelecimento que Olímpio Rafagnin deu trabalho a três irmãs paraguaias, que cantavam e tocavam instrumentos típicos; harpa e violão.


Dona Filomena, a matriarca da Família Rafagnin, caminhava lado a lado do marido, sempre cuidando dos empreendimentos de gastronomia. Logo os filhos cresceram e começaram a trabalhar nas empresas. E com o mesmo tino empreendedor dos pais, foram percebendo as necessidades, e com o passar do tempo, foram implantando outros shows folclóricos; Paraguai, México, Peru, Bolívia, Argentina, Chile, Uruguai, Colômbia e do Brasil, se tornando um atrativo turístico como nos dias atuais.


A história que começou com os patriarcas, teve a continuação dos filhos e hoje também pelos netos e bisnetos e se alastrou para outros setores da economia como gastronomia, hospedagem, eventos e espetáculos. A Churrascaria Rafagnin Show, hoje, é gerenciada pelo primogênito da família, Névio Rafagnin, que estará recepcionando os convidados, juntamente com mãe, Dona Filomena.





Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região