quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Papa Francisco sobre a desinformação na mídia

Papa Franscisco com repórteres do Tertio (Foto do L'Osservatore Romano 


Em uma entrevista ao jornal católico belga Tertio (em Flamenco) com trechos dela repercutidos em jornais e revistas de inúmeros meios de comunicação como a TIME (e o The Guardian) papa Francisco alertou para o perigo da mídia dar destaque a escândalos mesmo que a história seja verdade.

"Revelar uma verdade sobre uma pessoa que já foi punida no passado e que já pagou com uma sentença, multa ou outra punição é prejudicial e um pecado", disse o papa.   Segundo o papa, de acordo com a revista americana, a mídia ao sentir prazer em promover tal "desinformação", se arrisca incorrer em cropofilia ao mesmo tempo em que a audiência pode cair no hábito da cropofagia.

"Eu creio que a mídia deve ser clara, muito transparente e que não seja presa (vítima) –  sem ofensa, por favor, da doença da coprofilia que está sempre desejosa de comunicar escândalos, comunicar coisas feias mesmo que sejam verdadeiras", disse o papa acrescentando que  "visto que as pessoas têm tendências à doença da cropofagia, isso pode causar grande dano”.    



Notas:



Cropo – fezes ( em latim)

Cropofilia – interesse psicopatológico por fezes de um modo geral. Excitação sexual relativa ao contacto com fezes


CropofagiaPrática da ingestão de fezes.  


A discussão sobre “Notícias Falsas” , não transparentes, tendenciosas ou manipuladoras ganhou peso durante e depois das eleições nos EUA. Notou-se também o aumento das chamadas notícias  “falsas bandeiras”, vazamentos eletivos como a do Panamá Papers cujos motivos não são transparentes e com origem em grupos interessados em alguma coisa.     

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região