segunda-feira, 13 de março de 2017

Operação em Yacyretá lembra o Canal do Panamá


Aproximação do navio abaixo da barragem ...


Já dentro da eclusa para elevação

Navio já no reservatório (lago) da usina

Gustavo Maldonado, capitão do navio Madeleine 1 da empresa paraguaia Mercosur Shuttle Group (MSG), entrou para a história moderna da navegação do rio Paraná ao conduzir o Madeleine I com 144 contêiners vazios entre os Portos de Assunção no rio Paraguai e Encarnação, no rio Paraná passando pela eclusa* da Usina. Os 144 conteiners foram descarregados no porto de
Encarnação e transportados para silos de empresas da região para serem carregados com farinha de soja, sorgo e arroz. Os cereais são parte de uma exportação feita pelas empresas Raatz Hermanos (irmãos) e Trociuk e Cia. Quando recarregado o navio partirá para o porto de águas profundas de Montevidéu no Uruguai onde ocorrerá o transbordo para navios maiores com destino ao Japão.   “Esperamos que este canal que se abre hoje se mantenha, e que outros navios paraguaios também venham, pois isso tem um impacto muito importante na economia regional e do país. Se abre uma nova rota para a operação de barcos de carga paraguaios. Neste caso, este é um navio de  bandeira paraguaia, com capital inteiramente paraguaio”, disse o capitão. O barco mede 119,90 metros de cumprimento; 15,40 metros de boca (largura); calado de 8 pés e 23,31 metros de altura. 

* A eclusa permite que embacações superem a diferença entre o nível normal do rio Paraná (aguas abaixo, à jusante) e o lago de embalse de Yacyretá, águas acima. arriba). Com informações  da Yacyreta, Agência IP Paraguyay e Visión Marítima



Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região