quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Sumiu o ponto de ônibus do Morumbi I:

Este é um ponto de ônibus de Foz do Iguaçu. Está velhinho mas serviu a cidade por muitos anos. É possível que ele ainda seja da época do prefeito Sâmis da Silva. Quer dizer a estrutura de metal. O banquinho amarelo de madeira é de gestão mais recente talvez, Paulo Mac Donald e de repente o início da gestão Reni. Mas, esta postagem tem como propósito agradecer o conjunto abrigo + banquinho. Muita gente sentou nele sob a sombra do abrigo. Idosos,
estudantes, estudantes da Escola Alternativa, ex-Casa Ofício, ex-Escola São Miguel, trabalhadores, rapazes e moças, crianças - todas as faixas de idade. Entre os que sentaram nesse banquinho está a cineasta dominicana Johanne Gómez que participou do I Festival de Cinema Latino Americano realizado em Foz do Iguaçu  entre 14 e 22 de setembro deste 2017. Eu estava sentado no banquinho amarelo, quando um rapaz do bairro chegou para deixar a Johanne, partindo logo após dar instruções sobre que ônibus pegar. E Johanne conversava, repetia nomes das linhas que podia pegar enquanto eu escutava, processava o sotaque e identificava de onde ela era.

Yohanne, foto Jaime Guerra*
¿Domicana?

─ Sí,  ¿Como sabes? Respondi que "por el acento" (pelo sotaque). 
─ ¿Como por el acento? Expliquei que caminhei o mundo e que o sotaque dominicano se escuta em Barranquilla, Santa Marta e outras comunidades costeñas (costeiras) do Caribe Colombiano. E assim, conversamos até o ônibus chegar e nos despedimos do único cruzamento de nossos caminhos - os meus e o da jovem diretora do curta "Fantasía Caribeña"  apresentado no festival promovido pela PMFI, Fundação Cultural com a Produtora 3 Margens (que nome bonito, 3 Margens, merece um prêmio!). E assim um dia, quando Johanne Gómez ganhar fama mundial, ela mereceria ganhar uma plaquinha no ponto de ônibus, como há em todo "destino turístico" que se preze, que diga com orgulho: "Johanne Gómez esteve neste ponto de ônibus em 2017".   


A sapata / la zapata
O ponto do ônibus da comunidade São Miguel que é parte do Morumbi I, da Paróquia do São Francisco e da Capela de São Miguel deixou de prestar seus serviços à comunidade agradecida. Na segunda-feira, dia 18, o ponto de ônibus tinha sumido. O sol castigava a cabeça, a pele e até a alma dos  moradores da região.
─ "Mas pelo menos é por um bom motivo", disse um senhor que todo dia vai ao centro. 
─ "Que motivo, será?" - contestou uma "passageira". 
─ "Veja aqui moça, uma sapata. Significa que deve estar vindo outro. Já está seca a sapata, depois de amanhã garanto que já vai estar aqui, o ponto".

Porém, o depois de amanhã foi quarta-feira. Choveu tudo o que tinha direito. E mesmo quem xingava o ponto de ônibus, molhado até os dentes teve saudade dele. Foi embora mas literalmente deixou saudade.          

 O Blog de Foz está acompanhando as obras da PMFI que estão acontecendo. Quando o novo ponto chegar, o Blog avisa. A foto acima é do abrigo que fica em frente à ex-Casa Ofício. Ainda não apareceram sapatas que denunciem que um novo ponto está para chegar. 

* Do facebook da cineasta. O filme de Johanne Gómez “Fantasia Caribenha”, 53 minutos de duração foi mostrado em Brasília em novembro (2017) na 2ª edição da "Mostra do Novo Cinema Dominicano".

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região