quinta-feira, 13 de março de 2008

Vende-se galinha na Vila Portes



O cliente da Vila Portes sumiu. Vi muitas lojas fechadas. Ruas, vazias. A multidão, sumida. Me alegrei em ver que essa loja que expõe galinhas na Avenida José Maria de Brito, ainda está lá, cocoricó aqui, cocoricó lá, tocando a vida prá frente. Parece que ainda há clientes para essa loja. Pelo menos, até não chegar um boato de gripe-galinácea, aviária, passarínea ou qualquer outra. A Vila Portes, quando se for, vai deixar saudade. Não existia no Brasil, ou melhor, não existe ainda, um lugar parecido com a Vila Portes. Tudo se acha lá. Mas fazer o quê? O que a cidade faz para evitar a morte desse trecho da cidade? Há alguma providência? Há remédio? Como revitalizar? Como reorganizar? Para isso existe administração.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região