quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Turismo de Foz: não piorou mas também não melhorou: números 2008_2009

O Brasil vive um oba-oba celebratório sobre o turismo. Trago aqui os números de 2009 - ano que terminou com um déficit muito grande na conta das viagens internacionais e considerado o pior desde 1947. Os brasileiros gastaram US$ 10,89 bilhões no exterior ao passo que os estrangeiros gastaram no Brasil US$ 5,3 bilhões. A diferença é de US$ 5,59 bilhões. Os números são do Banco Central que prediz que o déficit vai piorar em 2010.
E em Foz do Iguaçu foi só crescimento como nos faz ver o oba-oba celebratório local?

Não. O Parque Nacional do Iguaçu, principal indicador do número de visitantes, passou o milhão de visitantes em 2009. Mas o número foi menor que em 2008. Os números mostram que o ranking dos países que visitaram o Parque Nacional do Iguaçu mudou. O Paraguai passou a ser o terceiro maior emissor de turistas para o Parque Nacional do Iguaçu com 38.304 entradas no PNI. Para mim, 38.304 paraguaios considerando que o Paraguai tem 5 milhões de visitantes e que só a área metropolitana de CDE tem mais de 600 mil é pouco. Isso me faz pensar que já está na hora de dividir os turistas e diferenciar os que entraram no PNI e os que vieram a Foz. A gente recebe muito mais paraguios do que isso. É necessário trabalho para mudar isso.


A Espanha que era o terceiro maior "fornecedor" de gente para o PNI passou para o quarto lugar. Isso é bom ou ruim? Para mim é complicado e até ridículo celebrar essa mudança. Há diferença entre o gasto diário do turista paraguaio e o do turista espanhol? Há estudos sobre isso? Por fim, destaco que o Parque Nacional do Iguaçu recebeu menos visitantes de todas as nacionalidades. Como mostram os números abaixo.

Turistas que entraram no PNI em 2009.
Principais países emissores:


1º - Brasil (523.025) 2º - Argentina (197.641) 3º - Paraguai (38.304) 4º - Espanha (37.609) 5º - Estados Unidos (26.021) 6º - França (25.999) 7º - Alemanha (25.269) 8º - Inglaterra (21.124) 9º - Itália (15.703) 10º - Chile (13.079)

Turistas que entraram no PNI em 2008. Principais países emissores:

1° - Brasil (537.056) 2º - Argentina (204.626) 3º - Espanha (51.835) 4º - Estados Unidos (35.230) 5º - Paraguai (34.981) 6º - França (29.100) 7º - Alemanha (28.455) 8º - Inglaterra (26.213) 9º - Chile (20.586) 10º - Itália (17.260)

Número de Turistas que perdemos por país entre 2008 e 2009 Número de turistas por nacionalidade que deixaram de vir ao PNI em 2009

A lista baseada nos números do PNI mostram a queda de visitantes dos 10 principais emissores. A perda de espanhóis foi maior que a de brasileiros. A lista deve ser entendida como "o número de visitantes a menos" de cada país.

A lista

1º - Brasileiros (14,031), 2º - Argentinos (6,985) 3º - Paraguaios (3.323) 4º - Espanhóis (14,226) 5º - Americanos ( 9,209) 6º - Franceses (3.101) 7º - Alemães (3.156) 8º - Ingleses ( 5,089) 9º - Italianos (1,557) 10º - Chilenos (7,507).

Um comentário:

Val Sparrenberger disse...

Jacko:
Adorei seu artigo sobre as " baixas" do PNI em 2009.
Detalhe que falta o PNI explicar a respeito dos visitantes brasileiros é de quantos são lindeiros ( aqueles visitantes que que são de municipios do contorno do Parque nacional ) , assim como também aqueles que são de cidades próximas e que não usam nossa infraestrutura hoteleira.
A propósito de sua comparação dos visitantes paraguaios , quando tenhas a oportunidade , averigue a tabela de visitantes da Itaipu , você ficará muito surpreso , 30 por cento , isso mesmo trinta por cento da população do PY já visitou Itaipu , 2.000.000 de visitantes , contra pouco mais de 6.000.000 de brasileiros , ou seja, menos de 3 por cento , isso mesmo , menos de três por cento.
That's why there are lies , damn lies and statistics...
Grande Abraço e beijos nas crianças.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região