segunda-feira, 11 de abril de 2011

Audiência Pública na Câmara para discutir Transporte Coletivo de Foz

Atenção Foz do Iguaçu! Quarta-feira, dia 13, deste ilustre mês, vai haver uma audiência Pública na Câmara Municipal de Foz do Iguaçu para debater a volta do chamado "Novo Transporte Coletivo Público" de Foz do Iguaçu. A audiência atende ao requerimento do vereador Nilton Bobato. Segundo o vereador escreve na justificativa, o sistema que já deu toda espécie de confusão em Foz, vai voltar em maio. Haveria um calendário que preveria três etapas. Já estaríamos na segunda que consistiria em escutar a população e uma intensa campanha de publicidade e informação. Estou preocupado - com tal intensidade. Intensa campanha de informação não é o forte do atual comando da cidade. Assim todo mundo à Câmara no dia 13 de abril! Eu pessoalmente não sou contra a implantação do novo sistema. Mas sou terrivelmente contra a (des)informação anterior ao lançamento. Seria bom que desta vez houvesse informação. Mas como? Começando pela divulgação de um esquema gráfico do novo sistema como existe em toda cidade que tem transporte público complexo. Como São Paulo, Curitiba, Bogotá, Paris. Coloco aqui imagens dos sistemas das três cidades mecionadas. O que não pode mais acontecer são os absurdos registrados em janeiro onde um funcionário (chefia) do Foztrans desgatava a imagem dele e do órgão com explicações confusas e intermináveis misturadas à ameaças e xingamentos ao povo (eleitor) ou da aparição de gerentes do Único dizendo barbaridades do tipo: "não vamos divulgar antes porque as pessoas se esquecem - vamos deixar para lançar o sistema e divulgar as linhas no dia". Deu no que deu. Abaixo exemplos de esquemas de sistemas de rotas de transporte coletivo: Esquema gráfico do sistema de transporte de São Paulo. Foco no metrô dando uma visão clara ao usuário das direções das linhas e onde as diferentes linhas se cruzam possibilitando ao usuário saber onde descer, onde fazer baldeação ou trocar de metrô etc. No caso de Foz, entendo que as linhas tem basicamente um eixo norte-sul; sul-leste, leste-norte. Falo mais abaixo:
Digamos que você não conheça Bogotá. Dê uma olhada no esquema acima. Dá para ter uma idéia? O sisitema de Transporte Transmilênio foi inspirado no sistema de Curitiba. A empresa responsável pelo estudo, implantação e gerenciamento de crise da confusão municipal urbana que ocorreu a partir do dia 14 de janeiro, fêz algum estudo para o Transmilênio. Mas não o implantou! Embora se tenha dito, no boca fechada local, que a empresa que bolou o transporte urbano de Foz tenha implantado o sistema em Curitiba, a verdade é que o sistema da Curitiba é creditado à URBS, criado na gestão Jaime Lerner (Arquiteto / Prefeito não governador). A empresa não teve nada a ver com o sistema de sucesso - uma verdadeira tacada de mestre. A empresa fez, isso sim, estudos que auxiliaram o sistema integrado da Região Metropolitana de Curitiba e especificamente para a (grande) Viação Piraquara, segundo o site dela. Agora é pessoal: alguma coisa mudou desde a última postagem. Sou usuário do Único que eu recebo como Vale Transporte (o que não significa que fiz as pazes ainda). São R$ 114 por mês, duas passagens por dia que pago. Filosoficamente sou contra carros ou motos. Sou mais do tipo bicicleta ou ônibus, metrô, monorail ou outra forma de trasporte coletivo. Lá no incío da guerra iguaçuense do transporte (que promete ser pior agora, se as autoridades repetirem os erros), fiz o esquema acima para me orientar. Em linhas gerais, o novo sistema usa muito os números. Cada centena indica uma região/direção: 100 (de 100 a 108 - região Norte - sentido Sul-Norte). 200 (200 - 209 ou 211 segundo remendos feitos quando a água começou a bater na altura da bunda) com orientação Centro - Morumbi (Grande São Francisco,Morumbi e Portal). 300 (Centro Direção à Grande Três Lagoas); 400 Centro - Região Estrada das Cataratas & Parque Nacional; 500 do Porto Meira - para a região Três Lagoas - Vila C). Não era difícil de explicar. Vou retornar ao trabalho no meu mapa. Só é preciso dizer onde as linhas se cruzam para que as pessoas possam descer e pegar outro ônibus na direção desejada. Todos lá para cobrar e evitar o pior. Lembre-se: o que pode dar errado, dará errado!

2 comentários:

Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu disse...

Quarta? Não vo pode ir. Quarta é pior dia pra mim, tenho muitos afazeres. Desde que não tirem a Linha que uso todos os dias (Linha 35) e que coloquem um ônibus que não seja o micro (que vive lotado), está exelente. Além de não reduzirem os horários do Parque.

Anônimo disse...

NÃO CONSEGUI IR NA AUDIENCIA , MAIS GOSTARIA DE SABER O QUE FOI DECIDO POIS DEPENDO DO TRANSPORTE URBANO TBEM, A UNICA COISA QUE EU DEFENDO QUE NO HORARIOS DE PICO COLOQUEM ONIBUS MAIOR. PQ NAO ADIANTA TER ONIBUS UM ATRAS DO OUTRO E ESTAR SEMPRE CHEIOS.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região