domingo, 1 de novembro de 2015

Tem de tudo na Vila Portes em Foz do Iguaçu



Mapa da Vila Portes (Google Map)

Eu sou fascinado por um bairro em Foz do Iguaçu chamado Vila Portes. É um bairro grande e é também o mais próximo à Ponte Internacional da Amizade. A vocação dele é o comercio. Ele está voltado para ao atendimento ao Paraguai. Não é por acaso que ele é o bairro da exportação. Todo mundo que está no bairro em algum momento vende para o Paraguai. Porém se engana quem crê que o bairro a Vila Portes vende só para o Paraguai. Ele atrai argentinos e brasileiros de toda parte. Contudo o morador de Foz do Iguaçu é um bom cliente da Vila.  É possível ver muita gente dizendo que vai comprar na ponte quando ele ou ela quer simplesmente dizer que vai  à região da Vila Portes que fica a poucas quadras e ao redor da estrutura aduaneira-migratória da Ponte da Amizade.  
Foto do Street View dá uma ideia do que a Vila Portes oferece

A região vende ferragens, equipamentos comerciais, industriais para restaurantes, hotéis, fábricas, mecânica, escritório, móveis, material de construção, embalagens, móveis usados, frutas, verduras, produtos granjeiros e até galinha viva, peru e cabra. Um amplo setor do bairro tem lojas de roupas  e sapatos e cortinas. Quando as mulheres iguaçuenses dizem que vão para a Ponte ela tem em mente essas lojas que incluem entre outras o Descontão, a Doidão, a Blumenau  entre outras.


Ontem mesmo eu estava procurando um amassador de latas de alumínio. Busquei na internet e vi vários modelos oferecidos pelo Brasil afora. Reduzi a busca para Foz do Iguaçu e encontrei a máquina na Casa Vitória na Vila Portes. Esta semana vou buscar minha maquininha de amassar latas de alumínio. Tenho a intenção de fixá-la na parede e amassar latinhas. Será um objeto de decoração prático pois me ajudará a reduzir o tamanho dos objetos para a reciclagem.  

Me surpreendi no site da Casa Vitória com outros produtos.  Vi telha de barro para cozinha peixe – uma das marcas registradas de Guaíra, o peixe na telha; vi torre de chopp, prataria para hotelaria como refresqueiras, réchaud, fogareiros inox e  máquina de lavar louças. Eu considero a Vila Porte como uma atração à parte na cidade e que quem visita Foz do Iguaçu deve saber que ela existe.  O bairro fica entre a Avenida Juscelino Kubitschek e a Avenida Beira Rio, logo abaixo dela se vê o rio Paraná. De norte a sul o bairro vai da BR-277 até a Avenida José Maria de Brito. 

No mapa a BR-277 aparece como Grande Estrada – uma tradução mediada por máquina (computador) de High Way – por pouco não saiu Alta Estrada. Note que atravessando a BR-277 há uma parte do bairro que oficialmente já é parte da Vila Jupira.  Uma área que no momento recomendo para quem não sabe o que está fazendo por falta de segurança. A Vila Portes é servida por todas as linhas de ônibus que têm como destino a Ponte como Porto – Meira Ponte, Profilurb – Ponte. Alguns ônibus que vão para a Itaipu Binacional, Vila C Nova e Vila C Velha e Tempo Budista passam pela Vila Portes. Fica aí o desafio aos empresários do turismo de Foz do Iguaçu que criem um City Tour para a Vila Portes. Voltarei com mais sobre a Vila Portes. 

Uma nota: 
Fala-se muito de crise hoje. Em 2008 publiquei três notas sobre a Vila Portes e todas falavam em crise.  Nesta nota cheguei a sentir que a Vila estava fechando. Nesta outra, gostei de uma loja que vendia galinhas e temia pelo seu fechamento.  Na postagem Vila Portes na Região do jardim América elogio a capacidade do bairro ter de tudo, vender de tudo embora lamente um certo  sinal de abandono no ar.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região