terça-feira, 4 de abril de 2017

Satélite brasileiro ainda está no chão. Motivo: greve generalizada na Guiana Francesa



 SGDC sendo descarregado de avião ucraniano em Kourou, Guiana Francesa 
(Clique na foto para ampliar)

Localização (Google)
O lançamento do satélite brasileiro SGCD (Satélite Geoestacionário para Comunicação e Defesa) estava marcado para o dia 21 de março na Guiana Francesa. Mas uma crise social local levou o Departamento de Ultramar francês a uma paralisação total. Segundo o jornal France-Guyane, ontem não havia gasolina nos postos. Assim a data para o lançamento foi adiada até que tudo se acalme e volte ao normal. Se protesta contra tudo. Cada segmento da 'societé' tem uma exigência. O trânsito entre Paris e Caiena está agitado. As comunidades indígenas também protestam e pedem solução - advinha contra o  quê? Contra os garimpeiros brasileiros ilegais que "pesteiam" a selva da Amazônia Francesa. 

 
Assim se verá o SGDC no espaço

O Satélite      
O SGDC como o nome indica servirá à comunicação e à defesa. Pelo menos 30% da capacidade dele está contratada pelas Forças Armadas do Brasil. No lado da comunicação, o SGDC visa reduzir o déficit digital promovendo serviços de internet de alta qualidade cobrindo 100% do território brasileiro. No lado militar, o satélite entre outras coisas é uma ferramenta do SISFRON - Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras. 
O Voo VA236 levará o satélite para o espaço

O operador do  SGDC é a Telebras S.A. controlada pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, inovação e Comunicação e o Ministério da Defesa. O lançamento será feito pela francesa Ariane à serviço da VISIONA Tecnologia Espacial S.A.  O satélite brasileiro será o 555º lançado pela Arianespace. Será a 287ª missão da família de lançadores da empresa francesa. Na viagem de lançamento, além do SGDC brasileiro, será lançado o satélite coreano KOREASAT-7.   O satélite SGDC pesa cinco toneladas.
  

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Hora no Paraguai incluindo CDE

Hora Mundial: passe o mouse sobre o mapa para escolher região